sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

O Grande Mestre



"O Grande Mestre", título nacional, é um filme com uma boa história e um bom argumento. O filme é visivelmente bem composto, pois tem bons efeitos visuais e foi bem realizado.

Gostei muito dos créditos iniciais de "Yi dai zong shi", título original, devido a estes serem visualmente belos e cativantes.

O filme demonstra aos espetadores que apenas precisamos do corpo para nos defendermos, o que nos é demonstrado nas cenas iniciais que pessoalmente adorei. As armas não são precisas, apenas o nosso corpo é preciso para a nossa defesa é uma das mensagens desta película.

Gostei bastante das performances musicais presentes no filme, tal como da sua banda sonora... Gostei deste toque musical dado a este filme estreado em Portugal a 12 de dezembro, sem dúvida que o vou rever por várias razões.

A cena do bolo presente em "Yi dai zong shi" é mais uma questão espiritual e mental do que uma questão de ação e luta, é uma cena que nos faz pensar e que me agradou.

Um dos contras de "O Grande Mestre" é que este demora a desenrolar a sua história e o seu enredo, há momentos demasiado melancólicos e aborrecidos mas isso não faz mossa na qualidade do filme.

Outro dos prós deste belo filme é que o uso de imagens reais dá-lhe um toque realista, o que na minha opinião é bastante positivo e faz-nos estar ainda mais embebidos no filme...

Para quem não sabe, "O Grande Mestre" é baseado em factos verídicos. Yip Man foi um mestre de Kung Fu, em 1967 fundou a Hong Kong Ving Tsun Athletic Association e foi o professor do famoso Bruce Lee.

O macaco presente na película foi bastante rouba a cena, talvez por ser fofo e engraçado ou por desviar as atenções para si enquanto brilhava em "Yi dai zong shi".

O filme foi-me cativando à medida que avançava, tal como a sua história, o seu enredo e as suas várias personagens. Está muito bom, recomendo que o vejam e para quem gosta de ação é uma obrigação.

"Yi dai zong shi" faz uma perfeita mistura entre drama e ação, no meu ponto de vista é o ponto mais forte desta bela película realizada por Kar Wai Wong.

Este filme de 2013 teve o seu argumento a cargo de Kar Wai Wong, Jingzhi Zou e Haofeng Xu. Em "O Grande Mestre" podemos contar com Tony Leung Chiu Wai, Ziyi Zhang, Qingxiang Wang, Yixuan Wu, Hye-kyo Song e Chen Chang, entre muitos outros.



4*

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

O Som ao Redor



"O Som ao Redor" tem uma história razoável, pouco me cativou e é aborrecido... Se quiserem ver o filme vejam, mas prossigam a seu próprio risco.

"O Som ao Redor" peca por não aprofundar nas ligações entre alguns personagens, ainda fez isso com algumas personagens mas demorou muito tempo a meu ver.

O núcleo de personagens é um grupo de vizinhos e sei que nem todos os vizinhos se falam, mas devia haver mais ligação entre o núcleo.

O enredo e o argumento são os pontos fortes do filme, tal como a sua história algo interessante e foram estas três coisas que salvaram o filme.

"O Som ao Redor" ganha por ser realista, que fará com que o espetador se ponha na pele de uma ou de outra personagem.

Eu por exemplo tenho o mesmo problema que a personagem Bia, interpretada pela atriz Maeve Jinkings. Tal como a personagem eu também acho o ladrar dos cães durante a noite algo mau, que nos tira o sono e que muitas das vezes são as causas das nossas insónias.

Como já referi acima o filme é grande demais, o que o torna maçador e deveras aborrecido. Bocejei algumas vezes ao longo do filme, devido a já estar entediado com "O Som ao Redor".

Gostei de a história ter sido dividida por partes, achei original esta ideia e considero isto um dos poucos pontos fortes deste filme estreado em Portugal a 05 de dezembro.

Não gostei mesmo nada da forma abrupta como passam as cenas de um personagem para outro, penso que isto corta em parte a ação que está a ser vivida na cena ou sequência.

Odiei o final deste filme, fazendo a redundância o filme teve um final abruptamente abrupto e não me cativou minimamente. No meu ponto de vista isto foi a pior coisa de "O Som ao Redor", sem dúvida um dos piores finais de filme que já vi.

"O Som ao Redor" (filme de 2012) tem realização e argumento de Kleber Mendonça Filho, já a sua produção esteve a cargo de Emilie Lesclaux. Resumindo, esta película tem mais contras do que prós e tem algumas cenas bastante bizarras e outras que gostamos de ver.

No elenco de "O Som ao Redor" podemos contar com Maeve Jinkings, Gustavo Jahn, Irma Brown, Lula Terra, Mauricéia Conceição, Yuri Holanda, Freedom Cavalcanti e Irandhir Santos, entre tantos outros.



2*

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

M Is for Macho



"M Is for Macho" ganhar por ser original, misturar terror e diversão e ser uma sátira ao mundo dos zombies. Gostei de ver mortos-vivos a jogar basquetebol, foi algo original e isso marca um ponto forte nesta curta-metragem.

"M Is for Macho" (filme de 2013) peca por não aprofundar mais sobre os seus personagens, principalmente penso que deveríamos ter sabido mais sobre os dois protagonistas.

"M Is for Macho" passou na gala dos TCN Awards de 2013, tal como a curta "Branco" e recomendo que vejam estes filmes.

"M Is for Macho" tem argumento e realização de José Pedro Lopes e no elenco podemos contar com Mafalda Banquart e Agostinho Santos, entre muitos outros.



3*

Branco



"Branco" é uma curta-metragem que faz uma boa crítica social a Portugal e à crise existente no país, a curta tem uma boa história e um elenco conhecido, mas falta-lhe algo...

Falta em "Branco" um melhor trabalho em algumas personagens, pois apenas uma se sobressai e destaca. O personagem Branco, interpretado por Nuno Melo, é o ponto forte do filme.

"Branco" (filme de 2013) faz-nos pensar e mostra ao espetador o que a crise pode provocar às pessoas, resumindo gostei do que vi. Este filme conta com argumento e realização a cargo de Luís Alves, realizador da curta-metragem "A Cova".

Em "Branco" podemos contar com Nuno Melo, Joaquim Nicolau, Rita Lello, Fernando Ferrão e Augusto Portela, entre muitos outros...



3*

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

The Hunger Games – Em Chamas



"The Hunger Games: Em Chamas", título nacional, foi um dos filmes que mais queria ver este ano e não me desiludiu. Adorei a história, o elenco e o argumento estão divinais e são um dos trunfos desta película.

"The Hunger Games: Catching Fire" tem personagens bem trabalhadas e adoro algumas delas, tanto das antigas como das novas. Dou destaque aos personagens Peeta Mellark (Josh Hutcherson), Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence), President Snow (Donald Sutherland), Johanna Mason (Jena Malone) e Finnick Odair (Sam Claflin).

Para quem viu "The Hunger Games: Os Jogos da Fome" recomendo que vejam "The Hunger Games: Em Chamas", pois há muitas ligações entre os dois filmes e a meu ver isso é essencial.

"The Hunger Games: Catching Fire", filme estreado em Portugal a 28 de novembro, é soberbo e repleto de ação, aventura e adrenalina. Amei as surpresas, os twists e as reviravoltas presentes nesta sequela.

"The Hunger Games: Catching Fire", filme de 2013, foi dirigido por Francis Lawrence que a meu ver fez um belíssimo trabalho. A película tem o seu argumento a cargo de Simon Beaufoy e Michael Arndt, para quem não sabe foi baseado no livro homónimo de Suzanne Collins. Resumindo vibrei com este excelente e incontornável filme, é 100% recomendado.

Em "The Hunger Games: Em Chamas" contamos com Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Woody Harrelson, Elizabeth Banks, Sam Claflin, Lynn Cohen, Paula Malcomson, Willow Shields, Donald Sutherland, Jena Malone, Nelson Ascencio, Lenny Kravitz, Stanley Tucci, Alan Ritchson, Jeffrey Wright, Amanda Plummer, Stef Dawson, Bruno Gunn, Stephanie Leigh Schlund e Philip Seymour Hoffman, entre muitos outros...


5*

sábado, 14 de dezembro de 2013

Porque Sim!



"Porque Sim!", título nacional, é um filme que nos fala de amor, de mães e de culinária e tem uma história muito divertida. É uma comédia romântica muito bem conseguida, recomendo que a vejam...

"Because I Said So" tem um argumento consistente e a meu ver é um dos pontos fortes do filme, tal como o excelente elenco que tem... É bastante agradável de se ver, adorei...

"Because I Said So" peca por ter alguns clichés, mas redime-se por ter tido um final que considero imprevisível e isso agradou-me. Há algumas personagens pouco exploradas, mas há outras que vimos o essencial delas.

"Porque Sim!", filme de 2007, foi realizado por Michael Lehmann e teve o seu argumento a cargo de Karen Leigh Hopkins e Jessie Nelson. No elenco contamos com Diane Keaton, Mandy Moore, Gabriel Macht, Tom Everett Scott, Lauren Graham, Stephen Collins, Ty Panitz, Alexis Rhee, Piper Perabo e Tony Hale, entre outros...



4*

sábado, 7 de dezembro de 2013

7 Pecados Rurais



"7 Pecados Rurais" é uma perda de tempo, pois o filme é mau e não me cativou nada. 90% das piadas são estúpidas e labregas e apenas 10% são piadas engraçadas, resumindo é um filme a esquecer.

"7 Pecados Rurais" tem uma história que não me cativou, o seu argumento é fraco e a realização poderia ser melhor. Este é o segundo filme de Nicolau Breyner que vejo e tal como "Contrato" não me cativou, são ambos maus.

Em "7 Pecados Rurais", estreado a 21 de novembro, podemos contar com cameos de Paulo Futre e Quim Barreiros. O filme goza com a sociedade e faz piadas depreciativas, algumas de mau gosto.

"7 Pecados Rurais", filme de 2013, foi dirigido por Nicolau Breyner e conta com argumento de Henrique Cardoso Dias e Frederico Pombares. No elenco estão presentes João Paulo Rodrigues, Pedro Alves, Alda Gomes, Melânia Gomes, José Raposo, Patrícia Tavares e Nicolau Breyner, entre outros.



1*

domingo, 1 de dezembro de 2013

O Verão da Minha Vida



"O Verão da Minha Vida", título nacional, é um filme razoável e deixa muito a desejar. A história não me cativou tanto como eu esperava, para mim é um dos piores do ano.

"The Way Way Back", título original, é a meu ver uma das desilusões do ano pois as minhas expectativas eram elevadas. Basicamente foi um murro no estômago, nem o brilhante elenco conseguiu brilhar em cena.

Uma história razoável onde apenas destaco Liam James, o bote salva-vidas de "The Way Way Back". Este filme, estreado a 14 de novembro, conta com argumento e realização a cargo de Nat Faxon e Jim Rash.

No elenco de "O Verão da Minha Vida", filme de 2013, podemos contar com Toni Collette, Liam James, Steve Carell, Allison Janney, AnnaSophia Robb, Sam Rockwell, Maya Rudolph, Rob Corddry, Zoe Levin, Nat Faxon, River Alexander, Adam Riegler, Devon Werden, Amanda Peet e Jim Rash, entre outros.



2*