domingo, 23 de novembro de 2014

The Hunger Games: A Revolta - Parte 1





O blog Os Filmes de Frederico Daniel chegou à sua análise número 300 e o filme que assinala esta marca é "The Hunger Games: A Revolta - Parte 1", título nacional. O filme é excelente e recomendo, mas antes da sua análise convido-vos a ler as análise a "The Hunger Games: Os Jogos da Fome" e "The Hunger Games: Em Chamas".

"The Hunger Games: Mockingjay - Part 1", título original, é bastante sombrio e é o início do fim desta excelente trilogia. O último livro poderia não ter sido dividido em dois filmes, mas foi e isso pode ser algo bom. Nesta primeira parte conseguimos aprofundar mais sobre as personagens antigas, mas também conhecemos personagens novas.

Depois de ver os filmes irei ler os livros da trilogia The Hunger Games, que para muitos foram bem adaptados ao grande ecrã. Este filme trouxe um pouco de ação a menos, mas ofereceu-nos mais suspense. Fiquei de nervos em franja em algumas sequências do filme e adorei o que fizeram no final de "The Hunger Games: A Revolta - Parte 1", pois assim ficamos com vontade de ver o fim da história.

"The Hunger Games: Mockingjay - Part 1" volta a trazer um grande elenco e um grande argumento, destaco ainda a realização e épica banda sonora incluída. Suzanne Collins, autora dos livros, faz também parte da produção cinematográfica.

"The Hunger Games: Mockingjay - Part 1" (filme de 2014) conta com realização de Francis Lawrence, já o seu argumento ficou a cargo de Peter Craig e Danny Strong. Mais uma vez aconselho vivamente que vejam este esplendoroso e fantástico filme, pois é excelente.

Em "The Hunger Games: A Revolta - Parte 1" pode-se contar com Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Woody Harrelson, Donald Sutherland, Philip Seymour Hoffman, Julianne Moore, Willow Shields, Sam Claflin, Elizabeth Banks, Mahershala Ali, Jeffrey Wright, Paula Malcomson, Stanley Tucci, Natalie Dormer, Elden Henson, Stef Dawson, Jena Malone e Wes Chatham, entre muitos outros.



5*

domingo, 16 de novembro de 2014

O Golpe de Baker Street



"O Golpe de Baker Street", título nacional, é um bom filme e recomendo que o vejam. Gostei da sua história e da sua caraterização, principalmente no que toca à época e aos personagens.

Para além da boa caraterização que este filme nos oferece, ele presenceia-nos também com um bom elenco. O ponto fraco de "The Bank Job", título original, é a falta de conexão entre algumas cenas e personagens.

"The Bank Job", filme de 2008, conta com realização de Roger Donaldson e argumento a cargo de Dick Clement e Ian La Frenais. Outras das coisas positivas do filme é a presença de um adorável sotaque inglês, portanto aconselho o seu visionamento.

Em "O Golpe de Baker Street" estão presentes Jason Statham, Saffron Burrows, Stephen Campbell Moore, Daniel Mays, James Faulkner, Andrew Brooke, Alki David, Michael Jibson, Georgia Taylor, Richard Lintern, Hattie Morahan, Keeley Hawes, Julian Lewis Jones, Sharon Maughan e Peter De Jersey, entre outros.


3*

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Camp Rock



Já vi e revi "Camp Rock" inúmeras vezes e adoro, a meu ver é um dos melhores filmes originais do Disney Channel. Tenho a banda sonora original e o DVD, o que faz que saiba algumas músicas de cor.

Vi este filme porque para mim os Jonas Brothers são uma das minhas bandas favoritas, tenho bastante pena que eles não tenham vindo a Portugal dar um concerto como banda.

Joe Jonas deu um concerto intimista na discoteca Gossip há uns anos, contudo foi a solo e eu com muita pena minha não consegui ir. Este excelente filme deu-me a conhecer uma das minhas artistas preferidas, a grande Demi Lovato.

Muitos estereotipam este filme como um filme para adolescentes, mas penso que seja um filme dirigido a todos. Este filme tem várias temáticas, a meu ver importantes: A perseguição dos nossos sonhos, a criação de laços de amizade e os variados problemas da juventude.

"Camp Rock", filme de 2008, foi realizado por Matthew Diamond. Já o seu argumento está a cargo de Karin Gist, Regina Hicks, Julie Brown e Paul Brown.

No elenco de "Camp Rock" podemos contar com Demi Lovato, Joe Jonas, Kevin Jonas, Nick Jonas, Meaghan Jette Martin, Anna Maria Perez de Taglé, Jasmine Richards, Maria Canals-Barrera, Alyson Stoner, Aaryn Doyle, Giovanni Spina, Roshon Fegan, Jordan Francis, Julie Brown e Daniel Fathers, entre outros.



5*

domingo, 2 de novembro de 2014

Fúria



"Fúria" é um bom filme, com um bom elenco e uma história interessante. Tem ação e é um filme de guerra, mas tem alguns momentos bastante monótonos e parados.

"Fury" tem uma boa caracterização de época e é bastante realista, o que é importante. Contudo os efeitos visuais não me cativaram muito, pois a dado momento alguns tiros pareciam sabres de luz a voar.

"Fury", filme de 2014, conta com argumento e realização a cargo de David Ayer. A meu ver os melhores desempenhos do filme foram os de Brad Pitt e de Logan Lerman, o que faz deles merecedores de uma nomeação ao Oscar.

Em "Fúria" contamos com Brad Pitt, Logan Lerman, Shia LaBeouf, Michael Peña, Jon Bernthal, Jim Parrack, Xavier Samuel, Alicia von Rittberg, Jason Isaacs, Anamaria Marinca e Brad William Henke, entre muitos outros.



3*

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Divergente



Finalmente vi "Divergente" (título nacional) e gostei muito, portanto recomendo que vejam o filme. Apesar de o filme estar muito bem conseguido, o livro em que se inspira é mais complexo e é melhor.

Resumindo, "Divergent" (título nacional) é muito bom contudo o livro é excelente. O filme teve personagens cortadas, algumas informações eliminadas e um final algo diferente.

Não gostei que tivessem cortado o personagem Uriah no filme, pois no livro ele teve bastante destaque e é um dos meus personagens favoritos. Outros personagens menos importantes como Drew, Susan e Robert também não apareceram no filme.

Uma das cenas cortadas do filme envolve o personagem Edward e penso que deveria ter sido inserida na película, pois a meu ver esta sequência é também um acontecimento importante no enredo.

Gostaria também que "Divergent" tivesse explicado melhor a questão do soro da simulação e queria que o dia da família tivesse sido inserido no filme, contudo algumas destas coisas apareceram mas de uma forma ligeiramente diferente.

Contudo "Divergente" não tem apenas contras como os que mencionei acima, tem também coisas benéficas. O que mais destaco é a química das personagens, no meu ponto de vista isso foi o trunfo deste filme.

Os efeitos visuais e sonoros deste filme estão também bastante bons, gostei do que foi feito. Apesar de no filme alguns personagens não serem como pensei no livro outras são completamente o que imaginei, essencialmente a personagem Tori.

As sequências de que mais gostei no filme foram a da prova de aptidão de Tris e as suas paisagens de medos, gostei também da cena inicial e da sequência da roda gigante.

"Divergent" (filme de 2014) conta com realização de Neil Burger, já o seu argumento foi adaptado por Evan Daugherty e Vanessa Taylor. Este filme é baseado no livro homónimo de Veronica Roth que já li e adorei pois é mais profundo, por isso recomendo vivamente a sua leitura.

Em "Divergente" podemos contar com Shailene Woodley, Theo James, Ashley Judd, Jai Courtney, Ray Stevenson, Zoë Kravitz, Miles Teller, Tony Goldwyn, Ansel Elgort, Maggie Q, Mekhi Phifer, Kate Winslet, Ben Lloyd-Hughes, Christian Madsen, Amy Newbold, Justine Wachsberger e Ben Lamb, entre outros.



4*

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Tudo o que Sonhei



"Tudo o que Sonhei", título nacional, é um dos meus filmes românticos preferidos e por isso recomendo vivamente que o vejam. Pode ter os seus clichés, mas tem uma história bastante agradável.

"Last Holiday" é um filme doce que nos deixa com um sorriso na cara, contudo também tem os seus momentos dramáticos. Gostei do final algo imprevisível, também adorei algumas das peripécias do enredo.

"Last Holiday", filme de 2006, foi realizado por Wayne Wang e teve o seu argumento a cargo da dupla Jeffrey Price e Peter S. Seaman. Vejam o filme e até ao fim, pois os créditos finais foram uma agradável surpresa.

Em "Tudo o que Sonhei" contamos com Queen Latifah, LL Cool J, Timothy Hutton, Jascha Washington, Giancarlo Esposito, Alicia Witt, Jane Adams, Susan Kellermann e Gérard Depardieu, entre muitos outros.



5*

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

[Rec]



"[Rec]" é um filme repleto de terror, gore e suspense. Já vi este filme sinistro há alguns anos, mas só agora é que consegui fazer a sua análise.

Este é sem dúvida um dos melhores filmes de terror das últimas décadas, adoro e irei revê-lo muitas vezes. O medo está presente, recomendo o seu visionamento.

Também já vi "[Rec] 2" há algum tempo, contudo também não o analisei. Vi também "(REC) 3 Genesis", mas esse filme é pior do que os dois primeiros.

"[Rec]" tem uma história que nos prende do início ao fim, oferece-nos sustos e um visual gore. Adorei que fosse gravado no estilo found footage, é uma mais-valia.

Contudo gostava que houvesse uma ligação maior entre o filme e a cena final, mas isso abriu o apetite para os filmes seguintes desta grande saga de terror.

A cena final de "[Rec]" foi uma das que mais gostei por ser assustadora, mas por mencionarem Portugal e isso tornou tudo mais arrepiante.

Este filme de 2007 foi realizado por Jaume Balagueró e Paco Plaza, que também estiveram a cargo do argumento deste grande filme ao lado de Luis Berdejo.

Em "[Rec]" podemos contar com Manuela Velasco, Ferran Terraza, Carlos Vicente, Martha Carbonell, Pablo Rosso, Claudia Silva e Carlos Lasarte, entre tantos outros.



5*

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

O Anjo



"O Anjo" é uma curta-metragem bastante interessante, onde o suspense é predominante e onde algumas personagens nos provocam calafrios.

Este filme demonstra bem que nem tudo é o que parece, gostei bastante do seu enredo. O desenrolar da história é bastante bom, tal como o twist existente.

Apesar de o final ter sido do meu agrado, gostava que se soubesse o que iria acontecer depois e não me importava que esta curta tivesse uma sequela.

Este filme de 2013 tem a sua realização e o seu argumento a cargo de André Marques, que no meu ponto de vista fez um trabalho competente e muito bem conseguido.

Em "O Anjo" podemos contar com Ana Abreu, Rita Jardim e Ruben Pereira. Recomendo que vejam este filme, pois tem mistério e é bastante bom.



4*

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Os Mercenários 3



Finalmente fui ver este filme ao cinema e adorei, recomendo vivamente que o vejam pois é repleto de ação e aventura. Depois de ter visto "Os Mercenários" e "Os Mercenários 2" no grande ecrã chegou a vez de ir ver "Os Mercenários 3", que para muitos é um mau filme mas para mim é excelente. Gostei ainda da BSO do filme, pois foi bem inserida neste.

"The Expendables 3" oferece ao público mais ação, porrada e violência. Gostei da inserção de novos membros à equipa e à igual inserção de uma mulher, sendo isto uma lufada de ar fresco no meu ponto de vista. Este filme ofereceu-nos ainda um bom vilão, Mel Gibson esteve quase perfeito na pele de um sociopata.

"The Expendables 3", filme de 2014, foi realizado por Patrick Hughes. Já o argumento foi preparado por Sylvester Stallone, Creighton Rothenberger e Katrin Benedikt. Gostei da química e do bromance existente entre Sylvester Stallone e Jason Statham, tal como dos momentos hilariantes com que o personagem de Antonio Banderas nos presenteou.

Em "Os Mercenários 3" contamos com Sylvester Stallone, Jason Statham, Antonio Banderas, Jet Li, Wesley Snipes, Dolph Lundgren, Kelsey Grammer, Randy Couture, Terry Crews, Kellan Lutz, Ronda Rousey, Glen Powell, Victor Ortiz, Robert Davi, Mel Gibson, Harrison Ford e Arnold Schwarzenegger, entre outros.



5*

Maze Runner - Correr ou Morrer



"Maze Runner - Correr ou Morrer" (título nacional) é um dos filmes do ano, adorei a sua história e os excelentes efeitos visuais. Foi o primeiro visionamento de imprensa a que fui e a experiência foi agradável, pois não houve intervalo e não tive pessoas a fazer barulho como por vezes tenho em sessões normais.

"The Maze Runner" (título original) tem personagens cativantes e surpreendentes, pois mesmo aquelas de que gostamos menos vão fazer com que percebamos os seus pontos de vistas e os seus ideais e exemplo disso é o personagem Gally, interpretado por Will Poulter. Dou ainda destaque ao ator Dylan O'Brien, que teve uma bela prestação. Gostei do mistério envolvente do filme, tal como do desenvolvimento do seu enredo.

Gostei bastante do final do filme, pois deixa-nos a desejar que o próximo filme chegue brevemente. Apesar de o final ser mindfuck, este dá-nos algumas respostas contudo ficam algumas perguntas no ar. Adorei a maneira com que este final me deu um nó no cérebro e espero ansiosamente os próximos filmes, recomendo a 100% que o vejam.

A ação presente neste filme é algo imparável e incansável, basicamente o título português faz jus ao filme. Adorei os efeitos visuais e sonoros, pois são o ponto alto da película que tenho pena não ter visto em IMAX. O ponto negativo deste filme é mesmo a sua banda sonora, pois é quase nula e aparentemente só está presente uma música na lista da BSO.

"The Maze Runner" (filme de 2014) foi realizado por Wes Ball, que fez um excelente trabalho nesta que é a sua primeira longa-metragem. Este filme de ação e ficção científica é baseado no livro de James Dashner, que quero tanto ler. O argumento deste filme foi adaptado por Noah Oppenheim, Grant Pierce Myers e T.S. Nowlin.

Em "Maze Runner - Correr ou Morrer" podemos contar com Dylan O'Brien, Aml Ameen, Ki Hong Lee, Blake Cooper, Thomas Brodie-Sangster, Kaya Scodelario, Chris Sheffield, Patricia Clarkson e Will Poulter, entre outros.



5*

terça-feira, 9 de setembro de 2014

A Culpa é das Estrelas



Já vi "A Culpa é das Estrelas" (título nacional) há uns dias, contudo só consegui agora pegar na sua análise. Este filme tem uma história comovente e toca no coração devido à sua temática bastante realista, recomendo vivamente que o vejam.

"The Fault in Our Stars" (título original) fez-me rir, fez-me chorar e fez-me pensar. Este é sem dúvida um dos filmes do ano e para mim foi um dos filmes que mais me tocou nestes últimos tempos, resumidamente este filme tem de ser visto e revisto.

A química entre os personagens principais é perfeita, Shailene Woodley e Ansel Elgort fizeram um ótimo trabalho e estão de parabéns. Amei a banda sonora do filme e a mistura perfeita entre drama, comédia e romance existente neste enredo.

Tenho pena de não o ter conseguido ver no cinema, contudo este é um must see movie ou em português um filme obrigatório. Eu não sou uma pessoa de memorizar citações dos filmes, mas este tem algumas que me ficaram no pensamento.

Este filme é baseado no livro de John Green, que quero ler brevemente. "The Fault in Our Stars" (filme de 2014) foi realizado por Josh Boone, já o argumento ficou a cargo de Scott Neustadter e Michael H. Weber que também nos trouxeram o excelente "(500) Dias com Summer".

Em "A Culpa é das Estrelas" podemos contar com os nomes de Shailene Woodley, Ansel Elgort, Nat Wolff, Laura Dern, Sam Trammell, Lotte Verbeek, Ana Dela Cruz e Willem Dafoe, entre tantos outros.



5*

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

O Verão do Skylab



"O Verão do Skylab" (título nacional) é um bom filme, tem um bom enredo e fez com que eu me revisse em uma ou outra cena da história. É divertido na dose certa, tem uma boa banda sonora e tem alguns momentos hilariantes.

"Le Skylab" (título original) ganha por ter uma história que se poderia desenrolar em qualquer linha de tempo ou em qualquer lugar, pois haveria quase sempre alguém a rever-se a si e à sua família no filme.

Contudo a película perde por ser grande de mais, o que a torna algo enfadonha e com sequências mortas. "Le Skylab", filme de 2011, foi escrito e realizado por Julie Delpy.

Em "O Verão do Skylab" contamos com Eric Elmosnino, Julie Delpy, Emmanuelle Riva, Bernadette Lafont, Denis Ménochet, Lou Alvarez, Karin Viard, Anthony Kimmerle e Vincent Lacoste, entre tantos outros.



3*

domingo, 31 de agosto de 2014

Cody Banks 2 - Missão em Londres



"Cody Banks 2 - Missão em Londres" (título nacional) é um filme muito bom, repleto de efeitos especiais bem conseguidos e muita ação.

"Agent Cody Banks 2: Destination London" (título original) tem personagens mais bizarras do que o primeiro filme e tem algumas peripécias, o que em algo bastante divertido.

Esta sequela está ao mesmo nível do original "Cody Banks - Agente de Palmo e Meio", mas tenho pena que as atrizes Angie Harmon e Hilary Duff estejam ausentes deste projeto.

Recomendo que vejam este filme pois para além de ter um bom enredo e uma boa história oferece-nos belas paisagens de Londres, portanto aproveitem e desfrutem desta película.

"Agent Cody Banks 2: Destination London" foi realizado por Kevin Allen, já o argumento do filme ficou a cargo de Don Rhymer.

Em "Cody Banks 2 - Missão em Londres" (filme de 2004) podemos contar com Frankie Muniz, Anthony Anderson, Hannah Spearritt, Cynthia Stevenson, Daniel Roebuck, Anna Chancellor, Keith Allen, James Faulkner, David Kelly, Santiago Segura, Connor Widdows, Keith David, Paul Kaye, Leilah Isaac e Alfie Allen, entre muitos outros.



4*

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Cody Banks - Agente de Palmo e Meio



Era eu ainda um adolescente quando vi pela primeira vez "Cody Banks - Agente de Palmo e Meio" (título nacional) e gostei bastante do que vi e agora revi o filme e reforço essa ideia, pois o filme é bastante bom.

"Agent Cody Banks" (título original) foi dos primeiros DVD's que comprei e na altura deu-me vontade de ser um agente secreto, mas a ideia foi por água abaixo. Resumidamente este é um filme repleto de ação e sem momentos mortos, recomendo.

"Agent Cody Banks" foi realizado por Harald Zwart e o seu argumento foi escrito por Ashley Edward Miller, Zack Stentz, Scott Alexander e Larry Karaszewski. Não te arrependerás se veres o filme pois não é uma perda de tempo, portanto fica a proposta.

Em "Cody Banks - Agente de Palmo e Meio" (filme de 2003) contamos com Frankie Muniz, Hilary Duff, Angie Harmon, Connor Widdows, Keith David, Cynthia Stevenson, Arnold Vosloo, Daniel Roebuck, Marc Shelton, Chris Gauthier, Martin Donovan, Darrell Hammond, Tseng Chang, Moneca Delain e Ian McShane, entre outros.



4*

terça-feira, 26 de agosto de 2014

A Namorada do Meu Melhor Amigo



"A Namorada do Meu Melhor Amigo", título nacional, é um filme razoável. Gostei da ideia da história, mas não gostei no que o filme se tornou. Tornou-se num filme bastante cliché, previsível e algo aborrecido.

"My Best Friend's Girl", título original, começa por mostrar um género de comédia romântica diferente do que já vi e isso conquistou-me. Com o desenrolar da história o filme tornou-se numa comédia romântica parva, ficando-se pelo nível da razoabilidade.

"My Best Friend's Girl" é um filme de 2008 com a sua realização a cargo de Howard Deutch, já o seu argumento foi escrito por Jordan Cahan. A meu ver o que salva o filme de ser uma treta são várias cenas cómicas, de resto foi o que já mencionei.

Em "A Namorada do Meu Melhor Amigo" podemos contar com Dane Cook, Kate Hudson, Jason Biggs, Alec Baldwin, Diora Baird, Lizzy Caplan, Mini Anden, Riki Lindhome e Taran Killam, entre outros.



2*

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

A Casa Assombrada



"A Casa Assombrada" (título nacional) é um guilty pleasure que eu tenho há vários anos e adoro o filme, recomendo vivamente que o vejam pois tem uma história super divertida.

"The Haunted Mansion" (título original) foi um dos primeiros filmes que me colocaram mais atento ao mundo do cinema e já o vi e revi algumas vezes, contudo desde a criação do blog só o estou a rever agora.

Adorei a história, os efeitos visuais e o elenco. Para muitos este filme é uma treta, mas para a minha pessoa ele é um diamante bruto. Gostava tanto de ir visitar o divertimento igual à casa do filme nos parques da Disney, contudo ainda não tive oportunidade.

Várias sequências deste filme são eletrizantes e há um misto bastante bom entre comédia e algum drama, aconselho a 100% que vejam este tesouro da Disney.

"The Haunted Mansion", filme de 2003, foi realizado por Rob Minkoff e teve o seu argumento a cargo de David Berenbaum.

Em "A Casa Assombrada" contamos com os nomes de Eddie Murphy, Marsha Thomason, Terence Stamp, Nathaniel Parker, Jennifer Tilly, Wallace Shawn, Dina Waters, Aree Davis e Marc John Jefferies, entre outros.



5*

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Altamente



"Altamente" (título nacional) é um filme razoável e tem prós e contras, mas é apenas isso. A meu ver entretém, mas falta algo.

Nos pontos positivos temos a existência de algumas sequências cómicas, temos a boa banda sonora do filme e temos ainda alguma diversão que a película nos oferece.

Nos pontos negativos temos a existência de um argumento fraco, muitas das partes do filme não terem nexo e temos a existência de algumas piadas estúpidas ou sem piada.

"How High" (título original) diverte, tem cenas engraçadas mas fica-se pelo nível razoável. Curiosamente foi um dos primeiros DVD's que comprei, portanto revi o filme agora.

"How High" é um filme de 2001 e foi colocado em Portugal logo nas lojas em DVD não tendo passado pelas salas de cinema portuguesas, o seu realizador é Jesse Dylan e o seu argumentista Dustin Lee Abraham.

No elenco de "Altamente" podemos contar com Method Man, Redman, Obba Babatundé, Mike Epps, Anna Maria Horsford, Hector Elizondo, Lark Voorhies, Chris Elwood, Al Shearer, Essence Atkins, T.J. Thyne, Justin Urich, Trieu Tran, Chuck Deezy e Fred Willard, entre outros.



2*

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

A Delicadeza



"A Delicadeza" (título nacional) é uma história de amor, sofrimento, perda e recomeço. É um filme bastante bom contudo o seu enredo é agridoce, recomendo que o vejam.

"La délicatesse" (título original) é tão bom quanto o livro, a meu ver muitos dos pormenores do livro estão presentes no filme.

No meu ponto de vista foi uma mais-valia o filme ter sido realizado pelo autor do livro e pelo irmão deste, fizeram um trabalho cinematográfico bastante bom.

Muitas das frases do livro estão presentes no filme, portanto recomendo vivamente que aproveitem o verão para verem a película e lerem o livro.

"La délicatesse", filme de 2011, foi realizado por David Foenkinos e pelo seu irmão Stéphane Foenkinos. O argumento está a cargo de David Foenkinos, autor do livro homónimo.

Em "A Delicadeza" podemos contar com Audrey Tautou, François Damiens, Bruno Todeschini, Ariane Ascaride, Mélanie Bernier, Joséphine de Meaux, Monique Chaumette, Audrey Fleurot e Pio Marmaï, entre outros.



4*

domingo, 10 de agosto de 2014

Guardiões da Galáxia



"Guardiões da Galáxia" é a mais recente aventura da Marvel e é brutal, recomendo a 100% e espero que apreciem esta obra-prima. Este é um dos melhores e mais divertidos filmes da Marvel, a boa disposição reina num filme com bons vilões e melhores heróis.

"Guardians of the Galaxy" mostra-nos novos locais, novas personagens e mais paisagens deste vasto Universo Marvel. Adorei a maneira como nos apresentaram os personagens principais, os nossos guardiões. Adorei cada um deles à sua maneira, também gostei imenso da química entre estes cinco personagens.

Apesar de ter visto o filme na versão normal 2D gostei bastante dos efeitos visuais e dos efeitos sonoros, contudo tenho de não o ter visto em IMAX. A caraterização dos personagens está soberba, desde a maquilhagem aos cabelos. Admiro a coragem de Karen Gillan em ter rapado o cabelo para interpretar Nebula, uma das vilãs da história.

Por falar em vilões, gostei imenso do trabalho feito por Lee Pace no papel de Ronan. O ator deu um tom negro ao caráter deste vilão que me transmitiu medo, poder e destruição.

"Guardians of the Galaxy" prendeu-me ao ecrã logo no início e adorei o enredo e o desenrolar da história, agora estou super ansioso pela sequela e ainda faltam uns anitos para isso. Amei a maior parte das piadas presentes nesta película, tal como a sua agradável banda sonora.

"Guardiões da Galáxia" afasta-se um pouco dos outros filmes da Marvel, mas mostra-nos o quão abrangente é este universo. Vejam o filme até ao fim pois tem cenas depois dos créditos, uma é super cómica e a outra apresenta-nos um personagem que pode ou não vir a ter um filme acerca dele.

"Guardians of the Galaxy" (filme de 2014) foi realizado por James Gunn, que está também a cargo do muitíssimo bem conseguido argumento ao lado de Nicole Perlman.

Em "Guardiões da Galáxia" estão presentes nomes como Chris Pratt, Zoe Saldana, Dave Bautista, Bradley Cooper, Vin Diesel, Lee Pace, Michael Rooker, Karen Gillan, Djimon Hounsou, John C. Reilly, Glenn Close, Benicio Del Toro, Laura Haddock, Wyatt Oleff, Gregg Henry, Peter Serafinowicz e Josh Brolin, entre muitos outros.


5*

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Sex Tape - O Nosso Vídeo Proibido



"Sex Tape - O Nosso Vídeo Proibido" (nacional) é um filme que me agradou bastante, recomendo pois é bastante bom. Tem uma história agradável, divertida e algo apimentada.

"Sex Tape" tem cenas hilariantes, algumas que me fizeram rir à gargalhada. Contudo o filme não é perfeito e deixa pontas soltas, por exemplo ficamos sem saber como fica o futuro profissional dos personagens principais.

"Sex Tape" (filme de 2014) foi realizado por Jake Kasdan e conta com argumento de Kate Angelo, Jason Segel e Nicholas Stoller. Este filme é de longe melhor do que "Professora Baldas", último filme dirigido por Kasdan.

No elenco de "Sex Tape - O Nosso Vídeo Proibido" podemos contar com Jason Segel, Cameron Diaz, Rob Corddry, Ellie Kemper, Nat Faxon, Rob Lowe, Nancy Lenehan, Giselle Eisenberg, Harrison Holzer, Sebastian Hedges Thomas, Timothy Brennen, Randall Park, Dave Allen, Jolene Blalock e Jack Black, entre outros.



4*

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Os Seis Sinais da Luz



"Os Seis Sinais da Luz", título nacional, é tão mau que até dói. Este é um dos piores filmes que já vi, basicamente o filme é horrendo e não me agradou minimamente. Foi um martírio ver isto até ao fim pois a história vai-se tornando cansativa, contudo vi o filme na sua totalidade.

"The Seeker: The Dark Is Rising", título original, tem uma história absurda e efeitos visuais que se atropelam constantemente. Várias cenas se atropelam, outras são bastante monótonas e no fundo é tudo uma confusão cinematográfica.

"The Seeker: The Dark Is Rising" (filme de 2007) conta com argumento de John Hodge, foi realizado por David L. Cunningham e baseou-se no livro "The Dark Is Rising" de Susan Cooper. Não recomendo este péssimo filme, onde o elenco faz um trabalho igualmente mau.

No elenco de "Os Seis Sinais da Luz" contamos com Alexander Ludwig, Christopher Eccleston, Ian McShane, Frances Conroy, Jim Piddock, James Cosmo, Amelia Warner, Wendy Crewson, Emma Lockhart, John Benjamin Hickey, Gregory Smith, Jordan J. Dale, Edmund Entin, Gary Entin e Drew Tyler Bell, entre outros.



1*

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Por Água Abaixo



"Por Água Abaixo", título nacional, conta-nos as peripécias de Roddy (Hugh Jackman) nos esgotos de Londres. Roddy é um rato de estimação, com uma vida chique e terá de se habituar à vida no esgoto.

"Flushed Away", título original, é um filme engraçado e tem uma história divertida. Recomendo que vejam esta animação, apesar de não ser mais do que algo que nos diverte.

"Flushed Away", filme de 2006, foi realizado por David Bowers e Sam Fell. Já o argumento esteve a cargo de Dick Clement, Ian La Frenais, Chris Lloyd, Joe Keenan e Will Davies.

Em "Por Água Abaixo" podemos contar com as vozes de Hugh Jackman, Kate Winslet, Ian McKellen, Shane Richie, Andy Serkis, Bill Nighy, Kathy Burke, David Suchet, Rachel Rawlinson, Miriam Margolyes e Jean Reno, entre outros.



3*

domingo, 3 de agosto de 2014

Um Homem de Sonho



"Um Homem de Sonho" (título nacional) é uma das melhores comédias românticas que já vi, adorei e recomendo vivamente que vejam este belíssimo filme.

"The Wedding Date" (título original) começa bastante morno, contudo foi-me conquistando por completo. Gostei bastante da história, do enredo e dos personagens presentes.

Este filme surpreendeu-me por me ter surpreendido, pois estava à espera de uma comédia romântica super previsível mas foi totalmente o oposto. Para mim este filme não ser tão previsível como muitas comédias românticas o são é um trunfo, adorei ter sido surpreendido apesar de alguns clichés necessariamente obrigatórios.

Amei a banda sonora do filme, principalmente por ter algumas músicas do excelente cantor e compositor Michael Bublé. Repito o que já disse este filme é excelente, vejam-no quando tiverem possibilidade.

"The Wedding Date" (filme de 2005) foi realizado por Clare Kilner, teve o seu argumento a cargo de Dana Fox e é baseado no livro "Asking for Trouble" escrito por Elizabeth Young.

"Um Homem de Sonho" conta no elenco com Debra Messing, Dermot Mulroney, Amy Adams, Jack Davenport, Sarah Parish, Jeremy Sheffield, Holland Taylor e Peter Egan, entre outros.



5*

quarta-feira, 23 de julho de 2014

A Vila



"A Vila" (título nacional) é um bom filme, prende-nos ao ecrã e faz-nos querer saber mais sobre as criaturas que atormentam a comunidade desta história.

"The Village" (título original) peca por ter diálogos bastante lentos, cenas e sequências monótonas e ter um ambiente pesado de mais.

O positivo deste filme é que o medo, o nervosismo e o suspense estão implícitos e isso cativou-me. Recomendo que vejam esta película, tem um bom argumento e uma boa história.

O twist do filme mostra-nos o que as pessoas são capazes de fazer para proteger os seus amigos, os seus locais e as suas crenças. Fiquei a pensar quantas vilas parecidas com esta ou pessoas parecidas com estas existem por aí, é algo que me intrigou.

"The Village" (filme de 2004) conta com argumento, produção e realização a cargo de M. Night Shyamalan. O filme cativou-me com o choque cultural entre as pessoas da vila e as pessoas da cidade, é algo colossal.

No filme "A Vila" podemos contar com Bryce Dallas Howard, Joaquin Phoenix, Adrien Brody, William Hurt, Sigourney Weaver, Judy Greer, Brendan Gleeson, Jayne Atkinson, Celia Weston e Jesse Eisenberg, entre muitos outros.



3*

quarta-feira, 9 de julho de 2014

A Minha Namorada Tem Amnésia



"A Minha Namorada Tem Amnésia" (título nacional) é um filme engraçado, com uma história cativante e um elenco recheado de caras conhecidas no mundo da comédia. Recomendo que vejam este filme, pois é muito bom.

"50 First Dates" (título original) tem alguns momentos cómicos e alguns momentos agridoces, mas no final é um filme com romance e ternura. Os acontecimentos deste filme são uma prova de amor, a meu ver este lado romântico está bem conseguido.

Gostei da profundidade dada a alguns personagens, onde dou grande destaque a Henry Roth (Adam Sandler) e Lucy Whitmore (Drew Barrymore). Por outro lado, há uma falta de profundidade em alguns dos personagens secundários de "50 First Dates" e considero isso um defeito presente no argumento.

No que toca à comédia presente em "A Minha Namorada Tem Amnésia" há uma ou outra piada parva, de resto esta comédia romântica deixou-me com um sorriso na cara. Gostei bastante deste filme, da sua banda sonora e dos animais presentes nele pois tiveram um destaque notório em algumas sequências.

A meu ver uma das cenas mais cómicas foi quando Lucy afinfa em Ula (Rob Schneider), que cena hilariante. "50 First Dates", filme de 2004, conta com realização a cargo de Peter Segal e argumento de George Wing.

"A Minha Namorada Tem Amnésia" tem um vasto elenco onde podemos encontrar Adam Sandler, Drew Barrymore, Rob Schneider, Lusia Strus, Sean Astin, Amy Hill, Nephi Pomaikai Brown, Blake Clark, Maya Rudolph, Allen Covert e Dan Aykroyd, entre outros.



4*

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Frozen: O Reino do Gelo



Finalmente vi "Frozen: O Reino do Gelo" (título nacional) e adorei, é sem dúvida um dos melhores filmes de animação que vi nos últimos tempos.

"Frozen" (título original) tem uma história bastante bonita, um argumento bem trabalhado e personagens fantásticas das quais gostei bastante.

Vi "Frozen" na versão original, pois adoro as atrizes que dão voz a Anna e Elsa. Confesso que já tinha saudades de ver um filme de animação assim, amei.

"Frozen: O Reino do Gelo" fala-nos de amor, principalmente no amor que nutrimos pela nossa família. Fala ainda das diferenças de cada um, onde destaco o caso de Elsa.

"Frozen" é algo cliché, mas é essencial. O filme tem uma história triste por um lado, mas feliz por outro fazendo com que riamos ou que fiquemos mais comovidos.

"Frozen: O Reino do Gelo" tem uma banda sonora fantástica, principalmente a música Let It Go que adoro e que acho estar perfeita na voz da excelente Idina Menzel.

Apesar de ter alguns clichés, "Frozen" desmitifica alguns e principalmente a ideia das princesas casarem-se com uma pessoa que conheceram há poucos minutos.

"Frozen: O Reino do Gelo" é para miúdos e graúdos, um filme que recomendo a todas as famílias. A mim deixou-me com um sorriso na cara, pois é um filme otimista.

"Frozen" (filme de 2013) foi realizado por Chris Buck e Jennifer Lee, que também está a cargo do argumento. O filme é baseado no conto "The Snow Queen", escrito por Hans Christian Andersen.

"Frozen: O Reino do Gelo" conta com as vozes de Kristen Bell, Idina Menzel, Jonathan Groff, Josh Gad, Santino Fontana, Livvy Stubenrauch, Eva Bella e Alan Tudyk, entre mais.


5*

sexta-feira, 27 de junho de 2014

2012: O Juízo Final



"2012: O Juízo Final", título nacional, é um filme agradável e com uma história que me agradou. Apesar de a sua qualidade ficar aquém da de "2012" recomendo que o vejam, é interessante.

"2012 Doomsday", título original, tem pontos fracos e pontos positivos. O que este filme tem de bom são os seus belos efeitos visuais, a sua história ser cativante e ter boas músicas a acompanhá-lo.

Nos pontos negativos temos o argumento a cair para o fraco, os seus muitos clichés e o trabalho do elenco não ser do melhor. A meu ver os atores e atrizes deste filme poderiam ter feito mais, ter dado mais vida ao filme.

Este filme tem uma vertente bastante mais religiosa do que "2012", não se focando apenas nos estragos causados ao Mundo e isso é bastante interessante e também é uma mais-valia.

"2012 Doomsday" é um filme de 2008 que conta com argumento e realização de Nick Everhart que, no meu ponto de vista, poderia ter feito um melhor e mais bem conseguido trabalho.

Em "2012: O Juízo Final" podemos contar com Dale Midkiff, Ami Dolenz, Cliff De Young, Danae Nason, Joshua Lee, Sara Tomko, Caroline Amiguet e Gilberto Canto, entre muitos outros.


3*

terça-feira, 24 de junho de 2014

Jogo Sujo



Gostei de ver "Jogo Sujo", título nacional, pois tem uma história interessante e um bom elenco. Recomendo que vejam este divertido filme, é agradável.

Apesar de ser um bom filme "Leatherheads", título original, peca por ter um início bastante monótono e algumas cenas algo entediantes.

O lado mais romântico deste cómico filme faz com que "Leatherheads" se torne algo cliché e previsível, mas a química entre George Clooney e Renée Zellweger está lá.

A maior parte da banda sonora de "Jogo Sujo" é composta por jazz, um estilo musical do qual gosto e que dá um belíssimo toque vintage à história.

"Leatherheads", filme de 2008, foi realizado por George Clooney e gostei do seu trabalho. Já Duncan Brantley e Rick Reilly ficaram encarregues do argumento, ao qual no meu ponto de vista falta algo.

Em "Jogo Sujo" podemos contar com George Clooney, John Krasinski, Renée Zellweger, Mike O'Malley, Christian Stolte, Wayne Duvall e Jonathan Pryce, entre muitos outros.



3*

quinta-feira, 19 de junho de 2014

O Comboio dos Mortos



"O Comboio dos Mortos", título nacional, é um filme fraco e a sua história não me cativou. Esperava mais, mas o que vi desiludiu-me completamente e não recomendo.

"The Midnight Meat Train", título original, tem um elenco de atores conhecidos mas nem isso salvou este filme da mediocridade.

"The Midnight Meat Train" é horrível, é um filme para esquecer. O seu argumento e enredo são bastante maus, com vários clichés e demasiadas pontas soltas.

"O Comboio dos Mortos" ainda tem algo menos mau que é a existência de terror, suspense e gore mas isso não salvou o filme de ser uma porcaria.

"The Midnight Meat Train" é um filme de 2008 com realização de Ryûhei Kitamura, argumento a cargo de Jeff Buhler e baseado no conto de Clive Barker.

Em "O Comboio dos Mortos" podemos contar com Vinnie Jones, Bradley Cooper, Leslie Bibb, Ted Raimi, Brooke Shields, Roger Bart, Tony Curran, Barbara Eve Harris e Peter Jacobson, entre outros.



1*

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Hairspray



"Haispray" é um musical que mistura perfeitamente momentos cómicos e dramáticos, adoro este filme e já o vi algumas vezes mas só agora é que estou a escrever sobre ele e recomendo que o vejam.

"Hairspray" é bastante divertido e fez com que eu ficasse com as suas músicas na cabeça, sendo You Can't Stop the Beat uma das minhas favoritas. Este filme fez-me querer dançar e dançar, é um filme eletrizante.

"Haispray" retrata bem os anos sessenta, adorei a caracterização da época e do guarda-roupa. O filme mostra-nos muitíssimo bem uma época de mudança, de integração e de correr pelos nossos sonhos.

"Haispray", filme de 2007, foi realizador por Adam Shankman e com argumento de Leslie Dixon. No elenco podemos contar com Nikki Blonsky, John Travolta, Christopher Walken, Michelle Pfeiffer, Amanda Bynes, Elijah Kelley, Allison Janney, Zac Efron, Queen Latifah, Brittany Snow e James Marsden, entre muitos outros.



5*

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Mil e Uma Maneiras de Bater as Botas



"Mil e Uma Maneiras de Bater as Botas", título nacional, é uma das comédias do ano e adorei ter visto este filme. É excelente e fez-me rir às gargalhadas com as várias peripécias, sem dúvida que é uma paródia a rever e recomendo.

"A Million Ways to Die in the West", título original, tem um argumento do qual gostei bastante e um elenco que faz um ótimo trabalho. Este filme tem várias cenas parvas, mas a maioria delas faz-nos gargalhar.

A história faz jus ao título do filme e gostei bastante disso, adorei a cena da tribo índia e os cameos existentes em "A Million Ways to Die in the West". Este filme de 2014 foi dirigido por Seth MacFarlane, que também está a cargo do argumento juntamente com Alec Sulkin e Wellesley Wild.

No amplo elenco de "Mil e Uma Maneiras de Bater as Botas" podemos contar com Seth MacFarlane, Charlize Theron, Amanda Seyfried, Liam Neeson, Giovanni Ribisi, Neil Patrick Harris, Sarah Silverman, Christopher Hagen e Wes Studi, entre outros.



5*

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Precious



"Precious" tem uma história algo interessante, contudo este filme não me cativou tanto como esperava. Falta algo a este enredo, contudo o elenco salvou o filme.

"Precious" é apenas razoável, tendo sido o núcleo de atores e caracterização de Mariah Carey os pontos positivos desta história.

"Precious" é bastante monótono e um bocado longo e o que me fez vê-lo até ao fim foi o precioso desempenho de Gabourey Sidibe, tal como a agradável banda sonora desta película.

A caracterização de época não me cativou, por outro lado cativaram-me também as interpretações de Mo'Nique e Paula Patton. "Precious" pode ser bastante humano, mas cativou-me pouco.

"Precious" é um filme de 2009 realizado por Lee Daniels, com argumento de Geoffrey Fletcher e baseado no livro "Push" escrito por Sapphire.

No elenco de "Precious" podemos contar com Gabourey Sidibe, Mo'Nique, Paula Patton, Sherri Shepherd, Mariah Carey, Nealla Gordon, Angelic Zambrana, Xosha Roquemore e Lenny Kravitz, entre outros.



2*

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Burlesque



Apesar de "Burlesque" ter uma história um pouco cliché gostei do que vi, o filme está bastante bem conseguido e adorei os números musicais. Recomendo que vejam e apreciem a bela fotografia e os efeitos visuais agradáveis, bem como o belíssimo guarda-roupa.

O argumento de "Burlesque" é onde sinto algumas falhas, principalmente no que toca aos clichés existentes mas como são necessários não estragam o filme. Por outro lado houve uma falha, a meu ver, ao não terem aprofundado mais sobre a família de Ali (Christina Aguilera).

Os pontos fortes de "Burlesque" são os fabulosos números musicais e as boas químicas existentes entre alguns personagens, onde destaco a visível química entre Ali (Christina Aguilera) e Tess (Cher) e desta última com o personagem Sean (Stanley Tucci).

Gostei de ver Kristen Bell como uma espécie de vilã mas queria ter visto mais de Dianna Agron, tendo tido uma participação muitíssimo pequena. "Burlesque" não nos fala apenas de números musicais, mas também dos negócios existente na bela Los Angeles.

"Burlesque", filme de 2010, conta com realização e argumento de Steven Antin. Este é sem dúvida um daqueles filmes que nos alegra a alma e que nos diverte, é muito bom e é graficamente belo. Gostava de ter visto um dueto entre Cher e Christina Aguilera, mas isso não aconteceu.

Em "Burlesque" podemos contar com Christina Aguilera, Cher, Cam Gigandet, Eric Dane, Stanley Tucci, Julianne Hough, Peter Gallagher, Terrence Jenkins, David Walton, Kristen Bell, Dianna Agron, Chelsea Traille, Tanee McCall, Tyne Stecklein e Alan Cumming, entre outros tantos.



4*

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Selvagens



"Selvagens", título nacional, é um filme excelente e é obrigatório vê-lo. É daqueles filmes que provavelmente vamos rever algumas vezes, adorei o argumento e a excelente realização.

"Savages", título nacional, tem uma história cativante e é soberbo. A química do trio de protagonistas é excelente e é um dos trunfos do filme, adorei. Taylor Kitsch, Aaron Johnson e Blake Lively fizeram um ótimo trabalho. Adorei a narração de Blake Lively, a sua O é perfeita.

O filme é baseado no livro homónimo de Don Winslow, que recomendo vivamente a lerem pois é soberbo. O livro e o filme são ambos excelentes, contudo têm algumas diferenças.

O livro é mais explícito no que toca à relação sexual e não só do trio de protagonistas, contudo o filme consegue ser algo explícito. No filme não nos aprofundamos nas explicações sobre as ervas plantadas por Ben (Aaron Johnson) e Chon (Taylor Kitsch), mas no livro descobrimos as diferenças entre algumas dessas ervas.

Tal como referi tanto o livro como o filme são essenciais, contudo há uma coisa que não gostei na adaptação cinematográfica: A personagem Dolores, desempenhada por Mía Maestro, é colocada em segundo plano em "Selvagens" contudo no livro é essencial em alguns desenvolvimentos.

Por outro lado, a monotonia presente no livro foi excelentemente transposta para o filme e amei isso. A banda sonora de "Savages" é grandiosa e é, a meu ver, uma das melhores BSO's que já ouvi. No que toca ao final do filme temos uma mistura, onde o realizador nos mostra o final do livro e depois um final inserido por si e do qual gostei por ser realista.

A atriz Salma Hayek fez um trabalho único e a sua personagem está deveras aproximada ao que imaginei quando li o livro, adorei o seu trabalho. Gostei ainda da sua química entre Blake Lively, pois ofereceu alguns momentos menos tensos em "Savages". Resumindo o filme é obrigatório e o livro também, portanto fica a recomendação.

"Selvagens" é um filme de 2012 com realização a cargo de Oliver Stone e argumento por Shane Salerno, Don Winslow e Oliver Stone. No elenco podemos contar com Blake Lively, Taylor Kitsch, Aaron Johnson, Benicio Del Toro, Salma Hayek, Diego Cataño, Shea Whigham, Joaquín Cosio, John Travolta, Demián Bichir, Antonio Jaramillo, Amber Dixon, Ali Wong, Sandra Echeverría, Mía Maestro e Emile Hirsch, entre outros.



5*

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Grand Central



"Grand Central", título nacional, é um bom e interessante filme. Gostei do que vi, pois o argumento é bom e a história é interessante.

"Grand Central" deu-me a conhecer as centrais nucleares francesas, as quais não sabia da sua existência e foi interessante aprender algo.

"Grand Central" tem pontos fortes, pontos fracos e pontos intermédios.

Nos pontos intermédios de "Grand Central" temos a química entre Léa Seydoux e Tahar Rahim, que a meu ver é boa mas poderia ser melhor.

Um dos pontos fracos deste filme é este ser bastante monótono, o que faz que por vezes seja algo enfadonho e secante.

Outro dos pontos fracos de "Grand Central" foi o seu horrível final, não gostei nada do fim do filme que foi abrupto. Havia mais por explorar, resumindo ficaram algumas pontas soltas.

Por outro lado, a realização e os excelentes planos utilizados pela realizadora são os pontos fortes de "Grand Central".

Outros dos prós deste filme é que ele tem um bom elenco e uma história interessante recomendo que o vejam, também gostei da sua banda sonora.

"Grand Central" (filme de 2013) foi realizado por Rebecca Zlotowski, já o argumento foi composto por Gaëlle Macé e Rebecca Zlotowski.

No elenco de "Grand Central" podemos contar com Tahar Rahim, Léa Seydoux, Olivier Gourmet, Denis Ménochet, Johan Libéreau, Nahuel Pérez Biscayart, Camille Lellouche, Marie Berto e Guillaume Verdier, entre outros.



3*

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Capitão América: O Soldado do Inverno



A trama, o enrendo e a história de "Capitão América: O Soldado do Inverno" (título nacional) são excelentes. A meu ver este é um dos melhores filmes da Marvel e é melhor do que "Capitão América: O Primeiro Vingador", provando que nem todas as sequelas são piores do que os filmes originais.

"Captain America: The Winter Soldier" (título original) tem muito mais ação do que o primeiro filme, tem também mais suspense e mistério. O filme é excelente e oferece ao público imensos twists e reviravoltas, tal como importantes revelações. Segredos são descobertos, o caos é gerado e a ação impera.

"Capitão América: O Soldado do Inverno" faz ponte com vários filmes da Marvel, principalmente com "Captain America: The First Avenger" e com o passado ("Os Vingadores") e o futuro ("Avengers: Age of Ultron"). Como é habitual nos filmes da Marvel há que ver o filme até ao fim, créditos finais incluídos pois há surpresas.

"Captain America: The Winter Soldier" promete revolucionar ainda o futuro da excelente série "Agents of S.H.I.E.L.D.", pois um dos episódios da primeira temporada é um crossover com este filme. Para quem não sabe a série é emitida pela ABC nos EUA, em Portugal passa na FOX.

O Captain America passou a ser um dos meus super-heróis da Marvel tal como o Falcon, contudo o meu favorito continua a ser o Thor. Optei por ver "Captain America: The Winter Soldier" na versão 2D pois foi mais económico, contudo tenho pena de não ter visto em 3D ou em IMAX.

"Capitão América: O Soldado do Inverno" é, sem dúvida, um dos blockbusters do ano e já bateu alguns recordes nas bilheteiras por todo o mundo. O filme tem variados pontos positivos, todavia tem alguns pontos menos positivos.

Um dos pontos negativos foi terem dado pouco destaque ao Winter Soldier em "Capitão América: O Soldado do Inverno", deveríamos ter visto mais deste vilão. Os outros pontos menos bons deste filme são alguns clichés presentes, de resto o filme é cinco estrelas.

Os pontos positivos que destaco em "Captain America: The Winter Soldier" são os efeitos visuais sonoros, o grande destaque dado a Captain America e o épico trabalho do elenco. Gostei bastante também da transformação brutal que Hayley Atwell levou, tal como a cena no local onde o Capitão América foi treinado devido a estar repleta de suspense.

"Captain America: The Winter Soldier", filme de 2014, foi realizado por Anthony Russo e Joe Russo. Já o argumento, que a meu ver está muitíssimo bem elaborado, esteve a cargo de Christopher Markus e Stephen McFeely.

Em "Capitão América: O Soldado do Inverno" podemos contar com Chris Evans, Samuel L. Jackson, Scarlett Johansson, Robert Redford, Sebastian Stan, Anthony Mackie, Cobie Smulders, Frank Grillo, Maximiliano Hernández, Emily VanCamp, Hayley Atwell, Toby Jones, Jenny Agutter, Chin Han e Georges St-Pierre, entre outros.



5*

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Amigos Improváveis



Já tinha ouvido falar bem e mal deste filme, contudo só agora é que tive oportunidade de ver "Amigos Improváveis" (título nacional) e adorei o filme.

"Intouchables" (título original) é inspirado em factos verídicos, mas não é totalmente uma cópia dos acontecimentos e das pessoas em que se baseia e isso agradou-me.

"Intouchables" tem uma história agridoce e isso faz-nos pensar na vida, a meu ver este filme é daqueles que merece ser visto pois é excelente.

"Amigos Improváveis" tem um argumento adaptado muitíssimo bem conseguido e é um filme que nos oferece bons momentos, algum drama e mistura de sentimentos.

Alegria, tristeza e muita aventura são elementos que não faltam a esta película. Amei a cena inicial de "Intouchables" pois está deveras bem conseguida, foi algo divertida e mostra logo de início que a amizade é o elo mais forte neste filme.

"Amigos Improváveis" surpreendeu-me pois não esperava a história de Driss e da sua família fosse aprofundada no filme, mas adorei que o tivessem feito pois dá-nos a conhecer mais sobre este personagem.

"Intouchables" deixou-me com um sorriso na cara, mas pode deixar uma lágrima ou outra no olho pois a sua história é bastante comovente. Este filme é inspirado na verídica história de Philippe Pozzo di Borgo, que escreveu o livro "Le Second Souffle".

"Amigos Improváveis" tem sequências hilariantes onde destaco as da festa de aniversário de Philippe, a do hospital e a maior parte das cenas vividas entre Driss e Magalie. Recomendo este filme a 100% pois tem tudo para ser um excelente filme e é mesmo, vejam.

"Intouchables", filme de 2011, conta com o seu argumento e a sua realização a cargo de Olivier Nakache e Eric Toledano que no meu ponto de vista fizeram um trabalho soberbo, esplêndido e majestoso.

"Amigos Improváveis" traz até nós nomes como François Cluzet, Omar Sy, Anne Le Ny, Audrey Fleurot, Caroline Bourg, Clotilde Mollet, Alba Gaïa Bellugi, Absa Diatou Toure e Cyril Mendy, entre muitos outros.



5*

segunda-feira, 31 de março de 2014

Capitão América: O Primeiro Vingador




"Capitão América: O Primeiro Vingador", título nacional, conta-nos a história de Steve Rogers e de como este passou a ser o super-herói Captain America. Gostei bastante do filme, recomendo.

"Captain America: The First Avenger", título original, é passado nos anos 40 e é interessante pois fala-nos da História dessa época de uma maneira mais ficcionada mas com base nos factos reais.

A primeira metade do filme tem menos ação e é um pouco monótona, mas é essencial para sabermos a história do Capitão América e a História do mundo. Leva-nos aos primórdios do Universo Marvel, ao início das suas aventuras.

Este filme leva-nos à época da Segunda Guerra Mundial e apresenta-nos o Caveira Vermelha, um vilão que a meu ver foi muitíssimo bem interpretado por Hugo Weaving.

Em "Capitão América: O Primeiro Vingador" adorei ver a transformação de Steve Rogers em Captain America e na minha opinião Chris Evans fez um bom trabalho, contudo prefiro o primeiro filme de "Thor" e recomendo também "Os Vingadores".

"Captain America: The First Avenger" ofereceu-me bons momentos de diversão, bons efeitos visuais e sonoros e um argumento forte com uma história da qual gostei bastante. Por outro lado gostava de ver mais da relação de Steve e Peggy, o que vimos foi pouco.

"Capitão América: O Primeiro Vingador", filme de 2011, conta com realização de Joe Johnston e conta com argumento a cargo da dupla Christopher Markus e Stephen McFeely.

No filme "Capitão América: O Primeiro Vingador" podemos contar com Chris Evans, Hayley Atwell, Sebastian Stan, Tommy Lee Jones, Hugo Weaving, Dominic Cooper, Richard Armitage, Stanley Tucci, Toby Jones, Kenneth Choi, Natalie Dormer, David Bradley, Michael Brandon, Neal McDonough e Samuel L. Jackson, entre muitos outros.



4*

quinta-feira, 27 de março de 2014

Cone de Tempo



"Cone de Tempo" (título nacional) é apenas um bom filme, é daqueles que se vê uma vez e que se o revirmos é por mero acaso.

O argumento de "Slipstream" (título original) deveria ser aprimorado, por exemplo poderia ter uma história um pouco mais credível.

Contudo "Cone de Tempo" é ficção científica e muitas vezes a credibilidade não é o essencial, acima de tudo este filme cumpre o essencial.

"Slipstream" tem uma boa mensagem sobre viagens no tempo e os seus prós e contras, que é um dos trunfos deste filme.

A sequência inicial e os créditos iniciais de "Slipstream" são outro trunfo devido a serem esteticamente belos, gostei bastante. Os efeitos visuais e sonoros de "Cone de Tempo" não são dos melhores mas também não são maus, são apenas bons.

As cenas em low-motion são bastante boas e na minha opinião são outra mais-valia neste filme, agradaram-me ainda as piadas britânicas presentes em "Slipstream".

Por outro lado, tantos flashbacks e viagens no tempo fazem com que "Cone de Tempo" se torne repetitivo e um pouco entediante.

"Slipstream" é, filme de 2005, é realizado por David van Eyssen e conta com argumento de Phillip Badger.

"Cone de Tempo" conta no elenco com Sean Astin, Ivana Milicevic, Victoria Bartlett, Kevin Otto e Vinnie Jones, entre muitos outros.



3*

segunda-feira, 24 de março de 2014

O Lago Perfeito



"O Lago Perfeito", título nacional, é deixou-me boquiaberto e chocado devido aos seus acontecimentos e à sua história. Gostei bastante do filme e recomendo vivamente, pois é muito bom.

"Eden Lake", título nacional, deixa os espetadores com os nervos à flor da pele e consegue colocá-los praticamente dentro da história. Este é um filme que é visivelmente bem feito, com terror e gore na dose suficiente e suspense durante a sua maioria.

Contudo o filme tem alguns momentos mais parados e monótonos, quase sem terror ou suspense. Já os clichés, as reviravoltas e os twists foram muitíssimo bem aplicados fazendo com que eu tenha ficado espantado com os desenvolvimentos da história.

Os mais atentos poderão reparar que neste filme a atriz Kelly Reilly está deveras parecida com Inês Castel-Branco, tanto no aspeto físico como na voz.

"O Lago Perfeito" mostra como é que um grupo de jovens pode ser o perigo total, fazendo-nos pensar no atual estado da juventude e adolescência. É, a meu ver, um aviso para a humanidade e uma mensagem para mostrar que nem tudo é tão perfeito como o lago que se dizia perfeito.

"Eden Lake" põe também o espetador quase a gritar e a interagir com a história, querendo avisar principalmente a personagem Jenny de que os perigos estão à espreita como se fôssemos nós a guiá-la e a alertá-la.

"O Lago Perfeito", filme de 2008, conta com argumento e realização de James Watkins. A sequência final do filme deixou-me espantado, o que fez com que ficasse a pensar e a barafustar devido ao sucedido nestas últimas cenas.

"Eden Lake" conta com Michael Fassbender, Kelly Reilly, Tara Ellis, Finn Atkins, Jack O'Connell, Thomas Turgoose, Lorraine Bruce, Bronson Webb e Shaun Dooley, entre outros.



4*

quarta-feira, 12 de março de 2014

Não Tenhas Medo do Escuro



"Não Tenhas Medo do Escuro" (título nacional) cativou-me bastante e é dos poucos filmes de terror que me tiraram o sono ultimamente, recomendo que o vejam pois é bastante bom.

"Don't Be Afraid of the Dark" (título original) ganha pelo suspense, mas peca por ter demasiados clichés. O medo está também presente, sendo acompanhado por uma banda sonora arrepiante.

O terror é pouco, mas "Don't Be Afraid of the Dark" ainda nos oferece alguns sustos. O gore está também presente e a meu ver algumas cenas são bastante arrepiantes, o que é um ponto forte a favor do filme.

"Não Tenhas Medo do Escuro" traz um elenco conhecido que fez um bom trabalho, principalmente Katie Holmes e Bailee Madison que nos oferecem uma boa química enquanto contracenam juntas.

Já Guy Pearce teve um desempenho que nem aqueceu nem arrefeceu, a meu ver foi quem menos se destacou no núcleo de protagonistas. Apesar de a personagem de Katie Holmes estar bem construída, gostava que em "Don't Be Afraid of the Dark" tivessem aprofundado mais acerca desta.

"Não Tenhas Medo do Escuro" teve bons twists e uma cena final que nos deixou ficar a pensar, certamente que o irei rever no futuro.

"Don't Be Afraid of the Dark", filme de 2010, foi realizado por Troy Nixey e conta com argumento de Guillermo del Toro e Matthew Robbins.

Em "Não Tenhas Medo do Escuro" podemos contar no elenco com Bailee Madison, Katie Holmes, Guy Pearce, Garry McDonald, Alan Dale, Julia Blake, Edwina Ritchard, James Mackay e Jack Thompson, entre outros.

)

4*

sexta-feira, 7 de março de 2014

2012



Para muitos "2012" é apenas outro filme catástrofe na carreira do seu realizador Roland Emmerich ("Ataque ao Poder"), mas para mim é um dos melhores filmes neste género cinematográfico. Ação arrebatadora, excelentes efeitos visuais e sonoros, um argumento coerente, uma história deveras cativante e nervos à flor da pele são os ingredientes deste épico blockbuster.

Tenho pena de não terem feito o filme em 3D pois adoro 3D, contudo adorei tê-lo visto no grande ecrã no ano em que estreou. Agora que Portugal tem IMAX era bastante agradável se "2012" fosse reposto nos cinemas, fica aqui a minha sugestão.

"2012" é deveras ficcional e os seus protagonistas têm bastante sorte, pois quase nem um arranhão tiveram com as catástrofes do fim do mundo tal como o conhecemos. Tem muita ficção científica, mas tem também alguns pontos realistas e críticas à sociedade: A criação das arcas para a elite é um exemplo, fazendo-me lembrar em parte o filme "Elysium".

O argumento é coerente e gostei bastante do que fizeram para explicar as causas do provável fim do mundo que iria ser a 21 de dezembro de 2012, as cenas iniciais são a meu ver muito interessantes e são o prólogo deste excelente filme.

"2012" está, no meu ponto de vista, dividido em três partes: O início da história remete-se aos acontecimentos antes de o mundo acabar que é quando se descobre que o Apocalipse pode acontecer, o meio do filme é o fim do mundo em si e todas as catástrofes provenientes desse acontecimento e as cenas finais são referentes ao Novo Mundo e pós-apocalipse.

Os efeitos visuais e sonoros são a melhor coisa do filme, a destruição de Los Angeles tira o fôlego ao espetador e parece que estamos a viver o fim do mundo ao lado dos personagens... Adorei! A cena do suicídio coletivo no México e a destruição do Cristo Redentor no Brasil são bastante realistas, arrepiei-me com elas.

A sequência passada na Europa foi também bastante conseguida, mas tenho pena que Roland Emmerich não se tenha lembrado de ter inserido em "2012" o nosso Portugal à beira-mar plantado. Uma coisa é certa o mundo não acabou em 2012, mas este filme ficou para a história e adoro-o.

Os personagens de que mais gostei foram Charlie Frost (Woody Harrelson) por ter trazido alguns momentos mais loucos e um pouco hilariantes à história, Adrian Helmsley (Chiwetel Ejiofor) por ter sido um dos heróis do filme e Jackson Curtis (John Cusack) por ter sobrevivido a várias peripécias durante todo o filme.

"2012", filme de 2009, conta com realização de Roland Emmerich que está também a cargo do argumento ao lado de Harald Kloser. Recomendo a 100% que vejam esta película e apreciem a sua história, os seus efeitos visuais e a sua épica banda sonora.

Em "2012" podemos contar com John Cusack, Amanda Peet, Chiwetel Ejiofor, Thandie Newton, Oliver Platt, Tom McCarthy, Woody Harrelson, Danny Glover, Liam James, Morgan Lily, Zlatko Buric, Beatrice Rosen, Alexandre Haussmann, Philippe Haussmann, Johann Urb, Patrick Bauchau, Karin Konoval, Kinua McWatt, Jimi Mistry, John Billingsley, Chin Han, Osric Chau, Tseng Chang, Lisa Lu, Blu Mankuma, Paul Tryl, Ryan McDonald, George Segal e Stephen McHattie, entre outros.



5*

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Date Movie



"Date Movie" é um bom filme, pois tem uma história engraçada e diverte o espetador que o vê. Apesar de muita gente odiar paródias, contudo eu gosto deste género e este filme é um dos que mais vezes vi.

"Date Movie" é divertido, mas há que admitir que tem algumas cenas sem piadas e outras que são estúpidas ou que são algo discriminatórias. Jinxers, o gato do filme, é algo que rouba as cenas onde entra pois é algo hilariante.

A sequência em que fazem paródia a "Hitch - A Cura para o Homem Comum" é uma das mais nojentas deste "Date Movie", mas é ao mesmo tempo uma das mais divertidas e arrancou-me algumas risadas.

"Date Movie" é uma sátira que goza com várias comédias românticas onde destaco "O Diário de Bridget Jones", "Viram-se Gregos para Casar" e "Pretty Woman: Um Sonho de Mulher", entre outras.

O filme goza ainda com o reality show "The Bachelor", o filme "King Kong", as películas "Kill Bill", a trilogia "O Senhor dos Anéis" e ainda famosos como Britney Spears. "Date Movie" (filme de 2006) conta com realização e argumento de Aaron Seltzer e Jason Friedberg, igualmente responsáveis por "Uns Espartanos do Pior".

Em "Date Movie" contamos no elenco com Alyson Hannigan, Adam Campbell, Sophie Monk, Eddie Griffin, Meera Simhan, Fred Willard, Jennifer Coolidge, Tony Cox, Mauricio Sanchez, Marie Matiko, Judah Friedlander, Carmen Electra, Beverly Polcyn, Valery Ortiz e Tom Lenk, entre tantos outros.



3*

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Amor Infinito



"Amor Infinito" (título nacional) é um filme arrebatador, com uma linda história de amor e com uma dupla de protagonista que enche o ecrã de química. Recomendo a 100% pois amei o filme, é excelente.

"Endless Love" (título original) oferece um misto de sentimentos onde destaco alegria, felicidade e alguma tristeza. A história de amor dos protagonistas é poderosa, o que me fez desejar ter algo assim na minha vida.

O desejo ardente, o amor que não tem fim e a juventude fazem parte desta belíssima película. O filme foi adaptado do livro "Endless Love" editado em 1979 por Scott Spencer e é um remake do filme "Um Amor Infinito" de 1981, que tenho de ver.

Este foi o primeiro filme que vi no cinema em 2014 e vou revê-lo, pois é completamente adorável. Podem haver vários obstáculos, mas o amor perdura sempre e isso é uma das morais deste encantador filme.

"Endless Love", filme de 2014, foi realizado por Shana Feste e conta com argumento de Joshua Safran e Shana Feste. As sequências que mais gostei foram as do zoo, a do aeroporto e a da festa. Sem dúvida um filme arrebatador, aconselho que o vejam. Também gostei bastante da banda sonora, algumas das músicas são muitíssimo boas.

Em "Amor Infinito" podemos contar no elenco com Gabriella Wilde, Alex Pettyfer, Bruce Greenwood, Joely Richardson, Robert Patrick, Anna Enger, Rhys Wakefield, Emma Rigby e Dayo Okeniyi, entre muitos outros.



5*

Rituais Satânicos



"Rituais Satânicos", título nacional, é daqueles filmes que têm um argumento fraco mas que ganham por nos fazer pensar. Gostei do final, que deixa o público a pensar com os dilemas do protagonista, contudo isso não melhora o seu argumento.

"Devour", título original, um filme razoável que tem consideráveis efeitos visuais e algumas sequências ganham pelo bom toque de terror e gore mas é apenas isso. O elenco fez um trabalho razoável, tirando Jensen Ackles que faz um belíssimo trabalho.

"Devour" é um filme de 2005, que em Portugal foi logo para DVD, realizado por David Winkler e com argumento de Adam Gross e Seth Gross. O melhor do filme é, a meu ver, a sua reviravolta inesperada e surpreendente de resto limita-se a ser algo aceitável...

Em "Rituais Satânicos" podemos contar com Jensen Ackles, Shannyn Sossamon, Dominique Swain, William Sadler, John Innes, Teach Grant, Wanda Cannon, Jenn Griffin e Alan Ackles, entre outros.



2*

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Inquietos



"Inquietos", título nacional, não me cativou e odiei o filme. A história tem falhas, tal como o argumento e é um pouco desconexa. A película é também bastante monótona e aborrecida, é algo a esquecer e não rever.

A estória de Hiroshi é desnecessária e um bocado tola, não me convenceu e foi mal aprofundada. A química entre os personagens Enoch e Annabel é quase nula, não senti nada entre a dupla de protagonistas e senti-me defraudado com isso pois esperava mais vindo de ambos.

A história de Enoch era bastante previsível e eu já calculava quase desde o início de "Restless", título original, o que se tinha passado com ele. A única coisa de que gostei em "Restless" foi a banda sonora que, a meu ver, é o pouco que o filme tem de bom.

"Inquietos", filme de 2011, foi realizado por Gus Van Sant e tem o seu argumento a cargo de Jason Lew. No elenco podemos contar com Henry Hopper, Mia Wasikowska, Ryô Kase, Schuyler Fisk, Lusia Strus, Jane Adams e Chin Han, entre vários outros.



1*

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

O Feiticeiro de Oz



"O Feiticeiro de Oz", título nacional, é um filme para toda a família e descrevendo esta obra-prima em uma palavra uso a palavra magia. Adorei a história e a moral que se pode tirar dela, tal como as mensagens presentes.

"The Wizard of Oz", título original, é um filme mágico e para a época tem efeitos especiais e especiais bastante bem conseguidos. As músicas são deveras espetaculares e algumas ficam na cabeça, sem dúvida este é um clássico a rever.

Baseado no livro de L. Frank Baum, "The Wizard of Oz" faz-nos sonhar e pensar... Realizado em 1939 teve a sua realização a cargo de Victor Fleming, já o argumento foi composto por Noel Langley, Florence Ryerson e Edgar Allan Woolf. O filme recebeu dois Oscars, um para Melhor Música Original com Over the Rainbow e outro para Melhor Banda Sonora...

Neste excelente filme que é "O Feiticeiro de Oz" contamos com um elenco recheado de talento, boas vozes e artistas de renome: Judy Garland, Frank Morgan, Ray Bolger, Bert Lahr, Jack Haley, Clara Blandick, Margaret Hamilton, Billie Burke e Charley Grapewin, entre muitos outros.



5*

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Meia-Noite em Paris



"Meia-Noite em Paris" é um bom filme, tem uma boa história e passamos um bom momento a vê-lo. Mas falta-lhe algo e a meu ver não é mais do que um bom filme, com um bom elenco e argumento.

"Midnight in Paris" tem alguns momentos parados e melancólicos e um final que não me agradou, para mim o fim do filme é mau. Faltou saber o que iria acontecer ao livro de Gil, personagem interpretado por Owen Wilson.

"Midnight in Paris" é um filme de 2011, que tem realização e argumento de Woody Allen e que no meu ponto de vista tem uma boa caraterização das épocas presentes na história. Para mim as cenas mais cómicas e hilariantes foram, sem dúvida, a do detetive perdido e a de Adrien Brody como Salvador Dalí.

Em "Meia-Noite em Paris" podemos contar com Owen Wilson, Rachel McAdams, Kathy Bates, Kurt Fuller, Mimi Kennedy, Carla Bruni, Alison Pill, Tom Hiddleston, Michael Sheen, Nina Arianda, Corey Stoll, Marion Cotillard, Gad Elmaleh, Léa Seydoux e Adrien Brody, entre outros.



3*

domingo, 12 de janeiro de 2014

A Lista dos... Prazeres!



"A Lista dos... Prazeres!", título nacional, surpreendeu-me pela positiva pois estava de pé atrás mas depois de ver o filme achei-o super divertido.

"The To Do List", título original, é um filme bastante apimentado que nos oferece várias cenas e sequências hilariantes. Recomendo que vejam, pois está muito bom...

Apesar de ter algumas cenas um bocado perversas, talvez mesmo um pouco porcas, "The To Do List" tem uma história agradável e super engraçada.

A história de "A Lista dos... Prazeres!" é passada em 1993 e gostei muito da caracterização, tanto da época como do guarda-roupa dos personagens do filme.

"The To Do List", filme de 2013, teve o seu argumento e a sua realização a cargo de Maggie Carey. Aconselho que vejam esta película, de preferência com amigos.

Em "A Lista dos... Prazeres!" podemos contar com Aubrey Plaza, Johnny Simmons, Bill Hader, Alia Shawkat, Adam Pally, Sarah Steele, Scott Porter, Donald Glover, Bryce Clyde Jenkins, Rachel Bilson, Christopher Mintz-Plasse, Lauren Lapkus, Andy Samberg, Connie Britton e Clark Gregg, entre outros.



4*

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

A Origem



"A Origem", título nacional, é um dos melhores filmes que vi na vida e foi o primeiro que vi em 2014. Esta película é uma obra-prima que tive oportunidade de ver no cinema e que agora revi, recomendo absolutamente.

"Inception", título original, é brilhante em todos os sentidos: Tem um argumento brutal, a sua história interessou-me bastante, o elenco brilhou, foi realizado pelo mestre Christopher Nolan e os efeitos visuais e sonoros são épicos.

Poderia estar toda a noite a elogiar este filme, mas se o fizesse nunca mais sairia daqui. Como gosto muito da temática sonhos, "A Origem" para mim foi algo que me cativou e que considero brutal.

Se "Inception" tivesse sido criado para 3D seria brutal, mas Christopher Nolan não é lá muito fã desta tecnologia. Contudo sem 3D é brilhante à mesma, adorei esta "masterpiece" que é o filme. As sequências que mais destaco são as passadas em Paris e no hotel, são notáveis.

Tive pena que "A Origem" não tivesse ganho os Oscars de Melhor Filme e de Melhor Argumento, tal como o de Melhor Banda Sonora. A meu ver mereceu todos os prémios recebidos, mas Leonardo DiCaprio deveria ter sido nomeado ao Oscar de Melhor Ator pois o seu trabalho foi fantástico.

Joseph Gordon-Levitt, Ellen Page e Marion Cotillard tiveram também grandes desempenhos em "Inception"... O filme mostra-nos o poder do nosso subconsciente através de ação de cortar a respiração, algum drama e muita ficção científica...

"Inception", filme de 2010, tem a sua realização e o seu argumento a cargo de Christopher Nolan. No elenco podemos contar com Leonardo DiCaprio, Joseph Gordon-Levitt, Ellen Page, Tom Hardy, Ken Watanabe, Dileep Rao, Cillian Murphy, Tom Berenger, Pete Postlethwaite, Lukas Haas e Michael Caine, entre outros.

"A Origem" é sem dúvida excelente, é um filme a rever e pode deixar uma pergunta no ar... Será que, por algum motivo, a nossa vida não passa de um sonho de alguém? Uma coisa é certa a ciência dos sonhos é algo cativante e ao mesmo tempo perturbante, algo com que muitos de nós provavelmente pensamos várias vezes...



5*