quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Faz-te Homem



"Faz-te Homem" (título nacional) conseguiu surpreender-me por ter um argumento coeso e com menos clichés do que eu pensei, contudo é bastante estereotipado.

"Get Hard" (título nacional) estreou em Portugal a 23 de abril de 2015 e tem um enredo coerente que com o desenrolar da história me apresentou algumas surpresas, recomendo que o vejam.

"Faz-te Homem" tem piadas bastantes estúpidas por um lado, mas por outro lado tem comédia pura e dura. O filme faz o que compete e diverte, fazendo com que nos ríamos.

As minhas cenas favoritas em "Get Hard" foram as do corte de ténis e a do motim, só rir. Gostei também do cameo de John Mayer, uma mais-valia para o filme.

"Get Hard", filme de 2015, foi realizado por Etan Cohen. Já o seu argumento esteve a cargo de Jay Martel, Ian Roberts e Etan Cohen.

Em "Faz-te Homem" podemos contar com Will Ferrell, Kevin Hart, Craig T. Nelson, Alison Brie, Ariana Neal, Edwina Findley, Erick Chavarria, Tip 'T.I.' Harris, John Mayer, Matt Walsh, Katia Gomez, Elliott Grey e Greg Germann, entre outros.



3*

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Nove Semanas e Meia



"Nove Semanas e Meia" (título nacional) cativou-me com a sua história e com o seu argumento bastante coeso, portanto recomendo que vejam. É um filme bastante bom onde há muita sensualidade e romance, mas onde paira também um clima de suspense.

"Nine 1/2 Weeks" (título original) tem um dos strips mais sexys da história do cinema, sendo uma das suas imagens de marca. A química entre Elizabeth (Kim Basinger) e John (Mickey Rourke) está bastante vincada e bem construída, sendo uma mais-valia neste filme. A banda sonora, os sons usados no filme e mesmo o silêncio presente em várias cenas também ajudaram bastante no desenrolar da história.

Apesar de haver romance presente no enredo, há também suspense devido a John ser bastante dominador e por vezes algo assustador e arrepiante. "Nine 1/2 Weeks", filme de 1986, teve realização de Adrian Lyne. Já o seu argumento esteve a cargo de Sarah Kernochan, Zalman King, Patricia Louisianna Knop e Elizabeth McNeill, autora do livro em que esta película foi baseada.

Em "Nove Semanas e Meia" podemos contar com Kim Basinger, Mickey Rourke, Margaret Whitton, David Margulies, Christine Baranski, Raynor Scheine, Karen Young, Cintia Cruz, Kim Chan, Dwight Weist e Olek Krupa, entre outros.



4*

domingo, 27 de setembro de 2015

Noite em Fuga



"Noite em Fuga" (título nacional) não me cativou e é um dos piores filmes que vi este ano, é algo a não rever.

"Run All Night" (título original) tem ação, mas tem também momentos muito parados e chegou a dar-me sono.

O argumento de "Noite em Fuga" é fraco, tem clichés e não me encantou minimamente.

"Run All Night" estreou em Portugal a 16 de abril de 2015 e apesar de ter muitos atores reconhecidos no elenco fizeram um mau trabalho, desempenhos a esquecer.

"Run All Night", 2015, teve realização de Jaume Collet-Serra e argumento de Brad Ingelsby. Os efeitos gráficos presentes foram a coisa menos má do filme, nada mais.

Em "Noite em Fuga" podemos contar com Liam Neeson, Ed Harris, Joel Kinnaman, Genesis Rodriguez, Boyd Holbrook, Vincent D'Onofrio e Common, entre outros.



1*

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Um Cidadão Exemplar



"Um Cidadão Exemplar" (título nacional) tem um ponto de partida interessante, mas a forma que essa premissa foi desenvolvida fez com que o argumento se tornasse algo desinteressante e cansativo.

"Law Abiding Citizen" (título original) é um filme bom, mas é apenas isso. O que menos gostei nesta história foi a química entre Gerard Butler e Jamie Foxx, pois a meu ver era insossa e penso que poderia estar bem mais conseguida.

"Law Abiding Citizen", fita de 2009, contou com realização de F. Gary Gray e argumento de Kurt Wimmer. Recomendo que vejam este filme pois a violência gráfica existente é uma das suas mais-valias, devido a algumas sequências serem algo realistas.

Em "Um Cidadão Exemplar" podemos contar com Gerard Butler, Jamie Foxx, Bruce McGill, Colm Meaney, Ksenia Hulayev, Leslie Bibb, Michael Irby, Gregory Itzin, Regina Hall, Emerald Angel Young, Christian Stolte, Annie Corley, Viola Davis, Michael Kelly, Joshua Stewart, Brooke Stacy Mills e Roger Bart, entre outros.



3*

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Maze Runner: Provas de Fogo



Depois de ter lido o livro fui ao cinema com uma amiga para ver "Maze Runner: Provas de Fogo", título original, pois estava ansioso. Adorei o filme que está repleto de ação, aventura e adrenalina.

Gostei do que vi em "Maze Runner: The Scorch Trials", título original, portanto recomendo que o vejam. Apesar de o enredo estar diferente ao do livro gostei do que fizeram, pois a essência está lá.

Tal como aconteceu em "Cidades de Papel", bastou ver o trailer de "Maze Runner: Provas de Fogo" para perceber que o filme estava diferente do livro. A história levou uma grande volta, contudo há sequências da obra literária na adaptação cinematográfica.

As cenas de que mais gostei em "Maze Runner: The Scorch Trials" foram a cena inicial, a da tempestade e a da festa na Terra Queimada pois eram das cenas mais fiéis aos livros. A única coisa de que menos gostei neste filme foi o final, apenas queria que este tivesse sido um pouco mais fiel ao final do livro.

Gostei das cenas passadas na ventilação, pois mesmo não sendo como no livro conseguiram cativar-me. Houve ainda uma personagem inexistente no livro que apareceu em "Maze Runner: The Scorch Trials" e isso foi uma mais-valia, achei excelente esta surpresa.

Recomendo ainda que vejam o primeiro filme da trilogia, "Maze Runner - Correr ou Morrer". "Maze Runner: Provas de Fogo" estreou em Portugal a 17 de setembro de 2015 e é baseado na saga de James Dashner, aconselho a sua leitura.

"Maze Runner: The Scorch Trials", filme de 2015, contou com realização de Wes Ball e argumento de T.S. Nowlin. Neste filme e livro há personagens que são os Crankos, criaturas que contraíram o Fulgor. No filme as que estão num estado mais avançado da doença estão tal como imaginei no livro, logo a sua caracterização está excelente. Contudo há muita gente a confundir Crankos com Zombies, mas para quem leu o livro sabe encontrar as diferenças e eu no filme reparar nessas características que os Crankos possuem.

Por fim recomendo vivamente "Maze Runner: Provas de Fogo", onde podemos encontrar no elenco Dylan O'Brien, Ki Hong Lee, Kaya Scodelario, Thomas Brodie-Sangster, Dexter Darden, Alexander Flores, Jacob Lofland, Rosa Salazar, Giancarlo Esposito, Patricia Clarkson, Aidan Gillen, Terry Dale Parks, Jeremy Becerra, Kathryn Smith-McGlynn, Lili Taylor, Matthew T. Metzler, Alan Tudyk, Jenny Gabrielle, Lora Martinez-Cunningham, Luke Gallegos, Katherine McNamara, Nathalie Emmanuel e Barry Pepper, entre outros.



5*

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Uma Vida ao Teu Lado



Gostei bastante da história de "Uma Vida ao Teu Lado", título nacional, portanto recomendo que vejam pois está bastante bom. É um filme comovente, que apesar de ter clichés, consegui surpreender-me.

Este "The Longest Ride", título original, tem momentos bastante melosos e outros que são algo superficiais. O filme tem cenas bastante quentes, principalmente a cena do banho, que foi muito hot.

Este filme estreado em Portugal a 09 de abril de 2015 não ativou o meu lado romântico e tocou-me em poucas cenas, mas confesso que a história de "The Longest Ride" é bastante interessante e é bonita.

Na minha perspetiva "Uma Vida ao Teu Lado" está ao nível de "Um Homem Com Sorte" mas não é tão bom como "A Melodia do Adeus", todos filmes inspirados em obras de Nicholas Sparks.

"The Longest Ride", filme de 2015, contou com realização de George Tillman Jr. e o seu argumento esteve a cargo de Craig Bolotin. Adorei a sequência final desta película, pois fala sobre o destino que é algo em que eu muitas vezes acredito.

Em "Uma Vida ao Teu Lado" podemos contar com Britt Robertson, Scott Eastwood, Alan Alda, Jack Huston, Oona Chaplin, Melissa Benoist, Lolita Davidovich, Tiago Riani, Tracey Bonner, Amy Parrish, Floyd Herrington, Naomi Eckhaus, Brett Edwards, Kate Forbes, Gloria Reuben, Hayley Lovitt e Hunter Burke, entre outros.



4*

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Ressalto



"Ressalto", título nacional, tinha tudo para ser um bom filme mas foi só jajão. A história poderia ter funcionado se não existissem tantas piadas parvas, houve também demasiadas falhas no argumento.

"Rebound", título original, é bastante mau e uma perca de tempo. Durante o filme todo só me ri com prazer uma única vez, das outras vezes que me ri foi devido à estupidez pura do enredo.

"Rebound", filme de 2005, contou com realização de Steve Carr e argumento de Jon Lucas e Scott Moore. Ainda bem que este filme em Portugal foi logo para o mercado de DVD, é que a meu ver este filme foi dos piores que Martin Lawrence já fez.

Em "Ressalto" podemos contar com Martin Lawrence, Wendy Raquel Robinson, Breckin Meyer, Horatio Sanz, Oren Williams, Patrick Warburton, Megan Mullally, Eddy Martin, Steven Christopher Parker, Steven Anthony Lawrence, Logan McElroy, Gus Hoffman, Tara Correa, Amy Bruckner, Alia Shawkat, Fred Stoller e Cody Linley, entre outros.



1*

sábado, 12 de setembro de 2015

Suite Francesa



"Suite Francesa", título nacional, é dos poucos filmes do género guerra de que mais gostei. A história é bastante interessante e cativou-me, recomendo que vejam pois está muito bom.

"Suite Française", título original, tem um elenco bastante bom. O enredo está bastante bem construído, tal como a representação da época e o belo guarda-roupa utilizado.

A grande falha do filme "Suite Francesa" foi este ter sido maioritariamente falado em inglês, eu penso que teria sido muito melhor que tivesse sido mais falado em francês e/ou alemão.

Já o que gostei mais em "Suite Française" foi a explicação do título do filme, gostei bastante. Outro ponto positivo foi "Suite Française", estreado a 02 de abril de 2015, ter menos violência do que alguns filmes de guerra.

"Suite Française" é um filme de 2014 com argumento a cargo de Saul Dibb e Matt Charman, que foi realizado por Saul Dibb e baseado na obra da escritora Irène Némirovsky.

Em "Suite Francesa" podemos contar com Michelle Williams, Kristin Scott Thomas, Margot Robbie, Eric Godon, Deborah Findlay, Ruth Wilson, Sam Riley, Themis Pauwels, Lambert Wilson, Harriet Walter, Tom Schilling, Niclas Rohrwacher, Matthias Schoenaerts, Luan Gummich e Martin Swabey, entre outros.



4*

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Um Grande Salto



"Um Grande Salto", título nacional, é um filme com uma premissa interessante e com uma história bastante envolvente. Apesar de falar na temática do suicídio, esta película aborda esse tema de uma maneira alegre e leve.

"A Long Way Down", título original, mostra o que pode acontecer quando quatro desconhecidos por obra do destino se conhecem quando cada um deles se quer suicidar mas não o faz. A meu ver a grande mensagem deste filme é que viver a vida é mais importante do que o suicídio, mostrando que na vida nem tudo é mau.

Gostei bastante deste filme e da maneira que a história dos quatros protagonistas está ligada, simpatizei ainda bastante com a química visível no quarteto de protagonistas. "Um Grande Salto" estreou a 26 de março de 2015 em Portugal e teve algumas falhas, mas recomendo pois é cativante.

Como referi "A Long Way Down" tem algumas falhas, nomeadamente pequenas pontas soltas e um ou outro cliché. Mas esta fita teve algumas surpresas e um final bastante bom, recomendo que vejam.

"Um Grande Salto" é um filme de 2014 realizado por Pascal Chaumeil, com argumento a cargo de Jack Thorne e inspirado no livro de Nick Hornby. Amei a banda sonora desta película, pois tem músicas de que gosto bastante.

Em "A Long Way Down" podemos contar com Pierce Brosnan, Toni Collette, Imogen Poots, Aaron Paul, Zara White, Joe Cole, Sam Neill, Josef Altin, Rosamund Pike, Enrique Arce e Leo Bill, entre outros.



4*

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Cake: Um Sopro de Vida



"Cake: Um Sopro de Vida" (título nacional) é um filme com uma história interessante, mas não me cativou tanto quanto pensei que fosse fazer. É demasiado lento, demasiado monótono e demasiado grande.

"Cake" (título original) é um filme de drama, mas por vezes o seu tom é demasiado dramático. Jennifer Aniston teve um grande desempenho, mas Adriana Barraza não esteve nada mal também e foram os seus desempenhos que me interessaram nesta película monótona.

A personagem de Anna Kendrick foi importante no desenrolar de "Cake: Um Sopro de Vida", mas algumas das suas cenas eram demasiado forçadas. Este filme, estreado em Portugal a 19 de março de 2015, fala-nos de temas bastante importantes e isso também é bom.

Contudo "Cake" sofre por ter deixado bastantes pontas soltas, algumas cenas por dizer e arestas por limar. A sequência da viagem ao México foi a minha preferida e a química entre Jennifer Aniston e Adriana Barraza era bastante visível, portanto recomendo que façam um visionamento deste filme.

"Cake", filme de 2014, foi realizado por Daniel Barnz e contou com argumento de Patrick Tobin. A cena final deixou a desejar, porque tal como referi houve coisas por resolver nesta película. Por fim, gostei de saber o significa do título do filme durante o desenrolar do seu enredo.

Em "Cake: Um Sopro de Vida" contamos com Jennifer Aniston, Adriana Barraza, Anna Kendrick, Sam Worthington, Mamie Gummer, Felicity Huffman, William H. Macy, Andrew Elvis Miller, Evan O'Toole, Chris Messina, Lucy Punch, Britt Robertson e Manuel Garcia-Rulfo, entre outros.



3*

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

O Efeito Lazarus



"O Efeito Lazarus" (título nacional) é daqueles filmes de terror que quase não existe terror, o suspense também é quase inexistente. A premissa é interessante, mas a história foi mal aproveitada.

"The Lazarus Effect" (título original) ofereceu um twist interessante e que me surpreendeu, mas isso não salvou o filme de ser apenas razoável. Este filme estreou em Portugal a 12 de março de 2015 e mostrou que é perigoso brincar com os mortos e pior ainda é quando os queremos fazer regressar ao mundo dos vivos, dá mau resultado.

"The Lazarus Effect", realizado por David Gelb, teve algumas pontas soltas. O argumento, com algumas falhas e clichés, foi criado por Luke Dawson e Jeremy Slater. A cena final da película dá a entender que haverá sequela, mas penso que é melhor ficarmos por aqui.

No filme "O Efeito Lazarus" podemos contar no elenco com Mark Duplass, Olivia Wilde, Sarah Bolger, Evan Peters, Emily Kelavos, Ray Wise, Amy Aquino e Donald Glover, entre outros.



2*

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Um Vizinho Insuspeito



Ouvi dizer mal de "Um Vizinho Insuspeito" (título nacional) e fui espreitar o filme, confesso que me surpreendeu pela positiva. O filme é excelente e tão intenso, recomendo vivamente que o vejam.

"The Boy Next Door" (título original) estreou em Portugal a 05 de março de 2015 e na altura não o fui ver ao cinema, mas não foi tarde para ver este thriller que me deixou a pensar. Tem sequências de tirar o fôlego, adorei.

Ryan Guzman teve um excelente desempenho como Noah Sandborn em "Um Vizinho Insuspeito", provando que é um promissor ator. O filme mistura bastante bem suspense, sensualidade e algum medo.

"The Boy Next Door" é um filme intenso e deixou-me com os nervos à flor da pele, certamente que o irei rever. É sempre bom ver a sensual Jennifer Lopez no grande ecrã, portanto gostei deste seu regresso ao cinema.

Este filme de 2015 foi realizado por Rob Cohen, já o seu argumento esteve a cargo da estreante Barbara Curry. "The Boy Next Door" tem um excelente enredo e uma história bastante boa, mas tem algumas arestas por limar.

Em "Um Vizinho Insuspeito" podemos contar com Jennifer Lopez, Ryan Guzman, Ian Nelson, John Corbett, Kristin Chenoweth, Lexi Atkins, Hill Harper, Jack Wallace, Adam Hicks, François Chau e Bailey Chase, entre outros.



5*

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Flipper



"Flipper" (título nacional e original) é um filme bastante engraçado, com uma história muitíssimo boa e com cheirinho a verão. Eu gostei da química divertida entre Porter (Paul Hogan) e Sandy (Elijah Wood), também tendo gostado da química mais emocional entre Sandy e o golfinho Flipper.

"Flipper" tem um argumento bem preparado e ofereceu-nos um enredo interessante, é um filme a rever. Eu adoro golfinhos, sendo que em algumas partes o filme fez-me lembrar Troia por causa disso.

"Flipper", filme de 1996, escrito e realizado por Alan Shapiro deu-me vontade de nadar com golfinhos pois estes animais são adoráveis. Adorei a banda sonora deste filme que para quem não sabe é baseado numa série de TV, que um dia talvez veja.

No filme "Flipper" podemos contar com Elijah Wood, Paul Hogan, Chelsea Field, Jason Fuchs, Jessica Wesson, Isaac Hayes, Mary Jo Faraci, Jonathan Banks, entre muitos outros.



4*

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Ruídos do Além



"Ruídos do Além", título nacional, é um filme mal construído contudo a história é interessante. Os vilões do filme são tão mal construídos que nem me cativaram, por outro lado os protagonistas do filme estavam razoavelmente construídos.

"White Noise", título original, tem pouco suspense e terror. Sendo que o argumento não foi dos melhores e isso fez com que o filme fosse apenas razoável, acredito que poderia ter sido bem melhor.

Eu penso que a temática dos electronic voice phenomena (EVP) deveria ter sido melhor aprofundada em "White Noise", facto é que os extras do DVD conseguiram ser mais explícitos do que o filme em si. Este filme de 2005 foi realizado por Geoffrey Sax, já o seu argumento esteve a cargo de Niall Johnson.

Em "Ruídos do Além" podemos contar com Michael Keaton, Chandra West, Deborah Kara Unger, Ian McNeice, Sarah Strange, Mitchell Kosterman, Nicholas Elia, Mike Dopud, Keegan Connor Tracy, Miranda Frigon e Aaron Douglas, entre outros.



2*

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Atividade Paranormal - Os Escolhidos



Finalmente vi "Atividade Paranormal - Os Escolhidos" (título nacional) e adorei, recomendo a 100% que vejam. Com muito terror, vários momentos com alguma descontração e uma história interessante este filme cativou-me.

"Paranormal Activity: The Marked Ones" (título original) deu-nos uma visão e locais diferentes dos outros filmes da saga, o que foi uma mais-valia. Tenho muita pena que não tivesse estreado em Portugal, mas espero que o próximo filme já chegue aos cinemas nacionais.

Eu pessoalmente adorei a ideia de se terem desviado um pouco da história dos outros filmes, recomendo que vejam este filme repleto de suspense e excelentes momentos de terror que me fizeram saltar da cadeira. Para além desta crítica convido os seguidores do blog a lerem as análies a "Actividade Paranormal", "Actividade Paranormal 2", "Actividade Paranormal 3" e "Atividade Paranormal 4".

E achei muitíssimo importante que tenham mencionado os outros filmes mesmo fugindo um pouco à sua história e aos seus acontecimentos, a cena final deste filme gravado em 2013 em que a Katie faz um cameo demonstra isso e é arrepiante.

"Paranormal Activity: The Marked Ones", filme estreado em janeiro de 2014 nos EUA, foi realizado e argumentado por Christopher Landon. Mais uma vez recomendo este filme que me deixou os nervos em franja devido ao seu soberbo nível de suspense, vejam.

Em "Atividade Paranormal - Os Escolhidos" podemos contar com Andrew Jacobs, Jorge Diaz, Gabrielle Walsh, Renee Victor, Carlos Romeo Arana Figuera, Noemi Gonzalez, David Saucedo, Gloria Sandoval, Richard Cabral, Carlos Pratts, Juan Vasquez, Katie Featherston, Catherine Toribio, Gigi Feshold e Micah Sloat, entre outros.


5*

domingo, 9 de agosto de 2015

Homem-Formiga



Para além de ser da Marvel, pouco ou nada conhecia acerca do herói do filme "Homem-Formiga" (título nacional) e conquistou-me. Adorei esta película e o seu pequeno grande herói, recomendo que vejam esta fantástica obra-prima.

Adorei a história, os efeitos visuais e os personagens de "Ant-Man" (título original). As cenas vividas ao tamanho do herói deste filme ficaram perfeitas, sendo os seus efeitos visuais um grandioso trunfo.

Este foi o primeiro filme que vi em agosto e como me ofereceram um bilhete para ir ao cinema aproveitei e fui vê-lo, só tenho é pena que no cinema onde fui já não houvesse sessão 3D pois queria tê-lo visto nesse formato.

Confesso que tive um bocado de inveja do herói deste filme e das suas habilidades para encolher, principalmente na cena do quarto da rapariga. Quando era puto sempre me imaginei a encolher e a brincar ao nível dos meus brinquedos, dentro das minhas construções em Lego ou apenas ao tamanho dos móveis e dos brinquedos que tinha.

"Ant-Man" estreou em Portugal a 16 de julho de 2015 e gostei bastante dele, talvez um pouco mais do que gostei do filme "Vingadores: A Era de Ultron" que também estreou este ano.

Muitas pessoas me disseram que o personagem Luis de "Homem-Formiga" era um pouco parecido comigo e confirmo, talvez o tenha adorado por isso mesmo. Achei também magistral o cameo onde o Falcon entrou, toda esta sequência deixa um geek em êxtase.

Para além de Scott Lang, o personagem central de "Homem-Formiga" gostei bastante dos personagens Dr. Hank Pym e Hope van Dyne. Mas o vilão Darren Cross aka Yellowjacket deveria ter sido mais aprofundado e talvez um pouco melhor construído, contudo foi um personagem algo importante para os desenvolvimentos da história.

Com um enredo e um argumento bem elaborado, "Ant-Man" é dos melhores filmes do ano. Para além do habitual cameo de Stan Lee, este filme tem também as habituais cenas depois dos créditos finais.

Este fantástico "Ant-Man", filme de 2015, foi realizado por Peyton Reed. Já o seu argumento esteve a cargo de Edgar Wright, Joe Cornish, Adam McKay e Paul Rudd. Recomendo a 100% que vejam este filme, pois é magnífico.

Em "Homem-Formiga" podemos contar com Paul Rudd, Michael Douglas, Evangeline Lilly, Corey Stoll, Bobby Cannavale, Anthony Mackie, Judy Greer, Abby Ryder Fortson, Michael Peña, David Dastmalchian, T.I., Hayley Atwell, Wood Harris, John Slattery, Martin Donovan, Hayley Lovitt, Dax Griffin, Chris Evans e Stan Lee, entre ourtros.



5*

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

O Agente Disfarçado



Já tinha visto o filme "O Agente Disfarçado" (título nacional) há uns bons anos atrás e revi-o agora há uns dias, recomendo pois é bastante divertido apesar de ter alguns clichés.

"Big Momma's House" (título original) para além de ser comédia pura, este filme tem um cheirinho a comédia romântica e isso poderia ter estragado a história mas não o fez e até tornou o argumento mais coerente.

"Big Momma's House" é bastante divertido, tal como o seu enredo e recomendo que o vejam ou revejam. Este filme de 2000 contou com realização de Raja Gosnell, já o seu argumento esteve a cargo de Darryl Quarles e Don Rhymer.

Em "O Agente Disfarçado" podemos contar com Martin Lawrence, Nia Long, Paul Giamatti, Jascha Washington, Starletta DuPois, Edwin Hodge, Terrence Dashon Howard, Anthony Anderson, Ella Mitchell, Carl Wright, Octavia L. Spencer, Tichina Arnold e Cedric the Entertainer, entre outros.



4*

sábado, 1 de agosto de 2015

Cidades de Papel



"Cidades de Papel" (título nacional) é um filme excelente, com uma história que eu adoro e que em parte me identifico. É para ver e rever, recomendo vivamente pois é obrigatório.

"Paper Towns" (título original) é diferente do livro, que também é excelente. Encaro cada um como uma obra-prima diferente, ambos deixaram-me com um sorriso na cara e aconselho.

O filme é bastante diferente do livro e inverte um pouco a história cronologicamente, mas a essência está lá. Fui ver o "Cidades de Papel" no seu visionamento de imprensa e para não me atrasar fiz direta, tal não era a minha ansiedade para assistir ao filme e não me arrependo.

Estreado em Portugal a 23 de julho de 2015, este filme é brilhante e aconselho que o vejam. Contudo "A Culpa é das Estrelas", um filme também excelente e igualmente baseado num livro de John Green, consegue ser melhor do que "Paper Towns".

O filme "Cidades de Papel" tem uma história mais rápida, ao contrário do livro que é bastante mais aprofundado. Mas achei brilhante terem aprofundado no filme uma personagem que no livro não foi tão aprofundada, a Angela.

Angela era uma das minhas personagens do livro e terem-na aprofundado no filme foi uma mais-valia, algo que raramente acontece em adaptações de obras literárias. Isto a meu ver foi um trunfo que "Paper Towns", filme de 2015, aproveitou bem.

Por outro lado, no livro a personagem Becca teve mais destaque e no livro teve um bocadinho menos de destaque. E isso para mim foi excelente, pois odiava esta personagem.

Mas não gostei que no filme a sequência no Sea World tivesse sido apenas mencionada, pois no livro foi uma das minhas partes favoritas. Contudo ter visto o livro e o filme como obras distintas só me ajudou, pois adoro ambos.

"The Fault in Our Stars" é mais fiel ao livro e adorei o cameo que Ansel Elgort fez em "Paper Towns", simplesmente brilhante e algo hilariante. Sem dúvida que esta é uma fita a rever, já estou a contar os dias para sair em DVD.

Identifico-me bastante com os personagens principais de "Cidades de Papel", Quentin e Margo. Muitas vezes sou cuidadoso, meticuloso e tímido como o Quentin. E por vezes sou aventureiro, ou tento ser, como a Margo o é.

Ben é outro personagem que adoro e é tal e qual como o imaginei ao ler o livro, certamente um dos personagens de "Cidades de Papel" mais fiel à obra literária. E a casa de Radar também é como a imaginei, tendo sido uma das cenas mais divertidas do filme.

"Paper Towns" tem também uma banda sonora forte, muitas das músicas encaixaram excelentemente nas cenas. Quanto ao filme adorei ter-se focado mais na amizade no que na história romântica, outra mais-valia que refiro.

Gostei da química entre Cara Delevingne e Nat Wolff e do trabalho prestado por ambos no desempenho dos seus personagens, têm futuro na representação. Apesar de no livro Margo ser mais bitch do que no filme, a essência e as citações da personagem estão bastante vincadas. "Paper Towns" foi realizado por Jake Schreier, já o seu argumento esteve a cargo de Scott Neustadter e Michael H. Weber.

Em "Cidades de Papel" podemos contar com Nat Wolff, Cara Delevingne, Austin Abrams, Justice Smith, Halston Sage, Jaz Sinclair, Cara Buono, Josiah Cerio, Hannah Alligood, Ryan Boz, Meg Crosbie, Griffin Freeman, Caitlin Carver, RJ Shearer, Susan Macke Miller, Stevie Ray Dallimore, Jim R. Coleman, Ansel Elgort e Tom Hillmann, entre outros.



5*

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Magic Mike XXL



"Magic Mike XXL" (título nacional e original) é um bom filme e entretém, mas não mais do que isso. "Magic Mike" é melhor, sendo esta sequela algo interessante e recomendo que vejam.

"Magic Mike" tem um argumento melhor do que "Magic Mike XXL", que é longo de mais e tem momentos monótonos. Esta sequela deveria ter tido mais momentos de dança e deveriam ter reduzido a sequência da viagem de caravana, pois por ser demasiado grande se tornou algo secante.

A cena da viagem serviu para conhecermos as personagens melhor, mas se tivessem cortado uns dois ou três minutos não teria havido problema. Gostei que este filme estreado em Portugal a 02 de julho de 2015 explicasse o porquê de alguns personagens não terem regressado, mas poderiam ter explicado isso mais coerentemente.

Gostei bastante da personagem interpretada por Jada Pinkett Smith, mas a personagem desempenhada por Amber Heard poderia ter sido melhor desenvolvida. Fui ver este filme ao cinema com umas amigas e recomendo que o vejam, pois diverte e tem uma história interessante.

Apesar de ter menos dança, esta película teve momentos de dança bastante bem coreografados. "Magic Mike XXL", filme de 2015, contou com realização de Gregory Jacobs e Reid Carolin. Provavelmente não haverá terceiro filme, pois este serviu como um encerramento da história.

Em "Magic Mike XXL" podemos contar com Channing Tatum, Joe Manganiello, Gabriel Iglesias, Matt Bomer, Adam Rodriguez, Amber Heard, Stephen Boss, Jada Pinkett Smith, Michael Strahan, Donald Glover, Kimberley Drummond, Andie MacDowell, Lindsey Moser, Elizabeth Banks e Kevin Nash, entre outros.



3*

sexta-feira, 17 de julho de 2015

A Propósito de Llewyn Davis



Finalmente vi "A Propósito de Llewyn Davis" (título nacional) e gostei bastante do que vi e ouvi neste belo filme, recomendo que vejam. Se forem fãs de Folk tal como eu, penso que também irão apreciar a magnífica banda sonora presente nesta película.

"Inside Llewyn Davis" (título original) tem um plot interessante e bem construído, mas peca por ser um filme demasiado grande. Gostei da química vivida entre o personagem de Oscar Isaac e o gato presente na história, mas melhorava a química entre Carey Mulligan e Oscar Isaac.

"A Propósito de Llewyn Davis", filme de 2013, contou com argumento e realização a cargo de Ethan Coen e Joel Coen. Como adoro Folk, gostei bastante da melodia das músicas presentes neste filme.

Em "Inside Llewyn Davis" podemos contar com Oscar Isaac, Carey Mulligan, Justin Timberlake, Ethan Phillips, Robin Bartlett, F. Murray Abraham, Adam Driver, Garrett Hedlund, Stark Sands, Jack O'Connell e John Goodman, entre vários outros.



4*

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Hector e a Procura da Felicidade



Até agora "Hector e a Procura da Felicidade" (título nacional) foi o melhor filme que estreou em Portugal em 2015, portanto recomendo-o vivamente pois é excelente e deixou-me bastante agradado com o que vi.

Este "Hector and the Search for Happiness" (título nacional) é até agora o melhor do ano, é um filme obrigatório. Com várias dicas sobre a procura da felicidade, esta maravilha cinematográfica estreada em Portugal a 26 de fevereiro de 2015 deixou-me de sorriso na cara.

Obviamente irei revê-lo, pois "Hector and the Search for Happiness" deixou-me feliz. A felicidade pode ser várias coisas, tal como mencionam neste belo filme e algo que me deixa feliz é o cinema.

Com um belo elenco, um argumento arrebatador e uma história apaixonante "Hector e a Procura da Felicidade" tem tudo. Na noite que vi este filme até dormi melhor, pois o filme teve a capacidade de me lavar a alma e de me ter deixado bastante feliz.

"Hector and the Search for Happiness", filme de 2014, foi realizado por Peter Chelsom. Já o seu argumento esteve a cargo de Maria von Heland, Peter Chelsom e Tinker Lindsay. Este filme é baseado no livro de François Lelord, que talvez venha a ler.

Em "Hector e a Procura da Felicidade" podemos contar com Simon Pegg, Rosamund Pike, Tracy Ann Oberman, Vincent Gale, Jean Reno, Veronica Ferres, Barry Atsma, Ming Zhao, Togo Igawa, Christopher Plummer, Jakob Davies, Stellan Skarsgård, Toni Collette, Chantel Herman e Bruce Fontaine, entre outros tantos.



5*

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Spy



"Spy", título original e nacional, é um filme bastante cómico e recomendo que o vejam. Tenho andado desleixado do blog, pois já vi este divertido filme há mais de um mês e só agora é que escrevo a sua análise.

"Spy" tem vários clichés e cenas previsíveis, mas tem também algumas surpresas e reviravoltas. Este é daqueles filmes que nos fazem rir, contudo tem algumas piadas sem piada.

"Spy" é melhor que "A Melhor Despedida de Solteira" e está ao mesmo nível que o divertido filme "Armadas e Perigosas", todos realizados por Paul Feig. Fui ver este filme, estreado em Portugal a 04 de junho de 2015, no âmbito da sua antestreia VIP.

Para além de "Spy" (filme de 2015) ser realizado por Paul Feig, foi também argumentado por este senhor. Neste filme destaco as maravilhosas e divertidas químicas entre Melissa McCarthy e Rose Byrne, tal como entre Jason Statham e Melissa McCarthy.

"Spy" é um filme com cheiro a verão e para o verão, ideal para ver com os amigos. Contudo nem tudo é um mar de rosas neste filme, pois penso que Jude Law e Morena Baccarin deveriam ter tido mais destaque. Por outro lado amei a banda sonora, tão mas tão boa.

No elenco de "Spy" podemos contar com Melissa McCarthy, Rose Byrne, Jude Law, Jason Statham, Allison Janney, Raad Rawi, Miranda Hart, Morena Baccarin, Bobby Cannavale, Nargis Fakhri e Peter Serafinowicz, entre outros.



4*

sábado, 4 de julho de 2015

Os Mensageiros



"Os Mensageiros" (título nacional) é um filme que se vê bem, mas que fica apenas por ser isso mesmo: Um filme bom, com algum suspense e terror à mistura.

"The Messengers" (título original) tem um bom elenco, mas Kristen Stewart e é quem se destaca mais: Oferece-nos um bom desempenho, mas está longe da perfeição.

Apesar de "The Messengers" ter um bom twist, este é bastante pequeno. Este filme de 2007 foi realizado por Oxide Pang e Danny Pang, já o seu argumento esteve a cargo de Mark Wheaton e Todd Farmer.

No elenco de "Os Mensageiros" podemos contar com Kristen Stewart, Dylan McDermott, Penelope Ann Miller, John Corbett, Evan Turner, Theodore Turner, William B. Davis, Jodelle Ferland, Tatiana Maslany, Shirley McQueen e Dustin Milligan, entre outros.



3*

sábado, 20 de junho de 2015

Vício Intrínseco



Quando paro um filme a meio para o ver o que resta dele no outro dia é mau sinal, muito mau sinal. Foi o que me aconteceu o aborrecido e secante "Vício Intrínseco", título nacional.

Este tem um elenco de luxo, mas isso não é tudo e não impediu que eu achasse este filme uma treta. Houve demasiados momentos em que eu quase adormeci a ver este "Inherent Vice", título original.

Estreado em Portugal a 19 de fevereiro de 2015, "Inherent Vice" é até agora o pior filme que vi este ano e não sei como é que foi nomeado a dois Oscars. Com realização e argumento de Paul Thomas Anderson, este filme de 2014 é baseado no livro de Thomas Pynchon. Resumindo, foi uma perda de tempo ver este filmezito.

No elenco de "Vício Intrínseco" podemos contar com Joaquin Phoenix, Joanna Newsom, Katherine Waterston, Jordan Christian Hearn, Jeannie Berlin, Timothy Simons, Josh Brolin, Eric Roberts, Maya Rudolph, Hong Chau, Christopher Allen Nelson, Jena Malone, Reese Witherspoon, Sasha Pieterse e Owen Wilson, entre outros.



1*

domingo, 14 de junho de 2015

Green Hornet



Apesar de só ter visto recentemente "Green Hornet" (título nacional) em DVD e apesar de não o ter visto em 3D, gostei bastante dos seus efeitos especiais.

"The Green Hornet" (título original) é um filme divertido, com muita ação e uma história da qual eu gostei bastante.

Por ser licenciado em jornalismo talvez me tenha apegado mais a este filme de ação, portanto recomendo que vejam este "The Green Hornet".

Os efeitos especiais de "Green Hornet" fizeram-me lembrar os efeitos usados em "Scott Pilgrim Contra o Mundo", filme que também gostei bastante.

"The Green Hornet", filme de 2011, que conta com Michel Gondry a cargo da realização e o seu argumento foi criado por Seth Rogen e Evan Goldberg.

No elenco de "Green Hornet" podemos contar com Seth Rogen, Jay Chou, Cameron Diaz, Tom Wilkinson, Christoph Waltz, David Harbour, Chad Coleman, Joshua Chandler Erenberg e Jamie Harris, entre outros.



4*

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Os Últimos Cavaleiros



No último dia da Festa do Cinema fui ver "Os Últimos Cavaleiros" (título nacional) com uns amigos e gostei bastante, recomendo que vejam este filme. Ao princípio não queria nada ir ver este filme, mas como a maioria ganhou lá fui e ainda bem.

"Last Knights" (título nacional) surpreendeu-me, não estava nada à espera que este filme fosse assim tão bom. Gostei do seu argumento e do seu elenco, especialmente Aksel Hennie que encarnou bastante bem o vilão psicótico e paranoico deste filme que estreou em Portugal a 07 de maio de 2015. Os seus twists e reviravoltas colaram-me ao ecrã, sendo a meu ver são uma mais-valia.

"Last Knights" é um filme de 2015 que foi realizado por Kazuaki Kiriya, já o seu argumento esteva a cargo de Michael Konyves e Dove Sussman. Uma coisa é certa, este filme tem menos violência do que pensei.

Em "Os Últimos Cavaleiros" podemos contar no elenco com Clive Owen, Morgan Freeman, Aksel Hennie, Shohreh Aghdashloo, Dan Brown, Giorgio Caputo, Cliff Curtis, Tsuyoshi Ihara, Val Lauren, Dave Legeno, Michael Lombardi, Ayelet Zurer, Sung-kee Ahn, Si-Yeon Park e Peyman Moaadi, entre outros.



4*

domingo, 7 de junho de 2015

Vingadores: A Era de Ultron



"Vingadores: A Era de Ultron" (título nacional) é um dos melhores blockbusters do ano e recomendo vivamente este filme, só tenho pena de não o ter visto em IMAX ou pelo menos em 3D. Vi em versão 2D, aproveitando a Festa do Cinema e não me arrependo pois adorei o filme.

"Avengers: Age of Ultron" (título original) estreou em Portugal a 29 de abril e oferece excelentes efeitos visuais e sonoros, dá-nos a conhecer mais da história de alguns personagens e é outro grande filme da Marvel.

Com algumas reviravoltas e com um dos melhores vilões do cinema dos últimos tempos, este "Avengers: Age of Ultron" é um sucesso e recomendo. Convido-vos a ler as minhas análises a "Os Vingadores", "Thor", "Thor – O Mundo das Trevas", "Capitão América – O Primeiro Vingador" e "Capitão América – O Soldado do Inverno".

"Vingadores: A Era de Ultron", filme de 2013, teve o seu argumento e a sua realização a cargo de Joss Whedon. Já no elenco podemos contar com Robert Downey Jr., James Spader, Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Chris Evans, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Samuel L. Jackson, Don Cheadle, Aaron Taylor-Johnson, Claudia Kim, Stellan Skarsgård, Elizabeth Olsen, Paul Bettany, Cobie Smulders, Anthony Mackie, Stan Lee, Hayley Atwell, Linda Cardellini, Thomas Kretschmann e Idris Elba, entre outros.



5*

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Velocidade Furiosa 7



"Velocidade Furiosa 7" (título nacional) é um dos melhores filmes do ano para mim, mas deixou-me com uma mistura de sentimentos: A alegria de mais um filme contra a tristeza de este ser o último filme de Paul Walker, devido à sua prematura morte em 2013.

Por um lado "Furious Seven" (título original) poderia ser o último filme da saga, pois vai ser algo estranho os próximos filmes não terem no elenco o grande Paul Walker. Por outro lado um novo filme vai trazer mais dinheiro para a produtora, portanto temos que esperar o que trará de novo o oitavo e próximo filme do franchise.

Eu vibrei com o "Velocidade Furiosa 7", pois é um dos grandes blockbusters do ano. É um filme repleto de ação, com muita adrenalina e belos efeitos tanto visuais como sonoros. Contudo penso que Lucas Black, Elsa Pataky, Ronda Rousey e Kurt Russell deveriam ter um maior destaque no filme em vez de serem personagens de segundo plano.

"Furious Seven" tem carros literalmente a voar, novos personagens bem construídos e ainda belas paisagens. Este filme estreado em Portugal a 02 de abril conseguiu fazer ligação entre todos os filmes do franchise, algo que considero uma mais-valia.

Vi "Furious Seven" na Festa do Cinema e gostei do que vi, portanto recomendo que o vejam. Eu irei revê-lo e em princípio vou voltar a ver todos os filmes da saga, pois são excelentes.

"Furious Seven" tem várias cenas de que gostei bastante, a dos carros a saltarem do avião é uma delas. Mas a cena dedicada a Paul Walker foi a Paul Walker a que mais me marcou, a meu ver esta sequência foi uma boa homenagem e fiquei com as lágrimas nos olhos. Este filme de 2015 foi realizado por James Wan, teve o seu argumento a cargo de Chris Morgan e é baseado nos personagens criados por Gary Scott Thompson.

Para além da análise do "Velocidade Furiosa 7" podes ler as análises a "Velocidade Furiosa", "Velocidade + Furiosa", "Velocidade Furiosa - Ligação Tóquio", "Velozes & Furiosos", "Los Bandoleros" (curta-metragem e crítica com mais visitas de Os Filmes de Frederico Daniel), "Velocidade Furiosa 5" e "Velocidade Furiosa 6".

Vejam este estrondoso "Velocidade Furiosa 7" onde podemos contar com Vin Diesel, Paul Walker, Jason Statham, Michelle Rodriguez, Jordana Brewster, Tyrese Gibson, Ludacris, Dwayne Johnson, Lucas Black, Kurt Russell, Nathalie Emmanuel, Elsa Pataky, Djimon Hounsou, Ronda Rousey, Ali Fazal, Eden Estrella, Levy Tran, Iggy Azalea e Sung Kang, entre outros tantos.



5*

quarta-feira, 20 de maio de 2015

A Saga Viking

 


Estive algumas semanas sem conseguir vir ao blog Os Filmes de Frederico Daniel para colocar novas análises, mas agora estou de volta. Como uma fénix que renasce das cinzas, este blog está prestes a voltar a ser atualizado e assim renascer.

Não tenho tido muito tempo para cá vir e nestas últimas semanas tive de recuperar alguns dados do blog, pois o meu computador sofreu um acidente e avariou. Agora vou tentar dedicar mais tempo a este projeto, portanto olá novamente.

"A Saga Viking" (título nacional) é um filme que me surpreendeu pela positiva e gostei do que vi, recomendo que o vejam. Os pontos positivos do filme são o bom trabalho do elenco, as reviravoltas presentes e várias cenas de luta existentes na história.

"Northmen - A Viking Saga" (título original) tem também bons efeitos visuais, contudo deixa a desejar pois tem alguns clichés. Este filme estreado em Portugal a 12 de fevereiro de 2015 tem um final que me deixou a pensar numa possibilidade de uma sequela, algo que se acontecer irei ver.

"Northmen - A Viking Saga", filme de 2014, foi realizado por Claudio Fäh e o seu argumento esteve a cargo de Bastian Zach e Matthias Bauer. Se gostas da Escócia, não podes perder este filme pois mostra-nos belas paisagens do local. Se és fã da temática viking ou da série "Vikings" então este filme é para ti, recomendo.

No elenco de "A Saga Viking" podemos contar com Tom Hopper, Charlie Murphy (que penso ser a única mulher no elenco), Ed Skrein, Ryan Kwanten, James Norton, Leo Gregory, Ken Duken, Anatole Taubman, Nic Rasenti, Danny Keogh e Darrell D'Silva, entre outros tantos.



3*

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Poseidon



"Poseidon", título nacional e original, é um filme repleto de ação e está bastante bom. Aventura, ação e muita adrenalina é o que a história desta película nos oferece.

"Poseidon" peca por ter vários clichés e um argumento que poderia ser melhorado, mas os variados efeitos visuais e sonoros existentes neste filme estão muito bem conseguidos.

"Poseidon" desiludiu-me um pouco por uma das minhas personagens favoritas morrer, mas um dos personagens de que eu menos gostava sobreviver. Este filme 2006 foi realizado por Wolfgang Petersen, tem argumento de Mark Protosevich e é baseado no livro escrito por Paul Gallico.

"Poseidon" conta no seu elenco com Josh Lucas, Kurt Russell, Jacinda Barrett, Richard Dreyfuss, Emmy Rossum, Mía Maestro, Mike Vogel, Kevin Dillon, Freddy Rodríguez, Jimmy Bennett, Stacy Ferguson, Andre Braugher, Kimberly Patterson, Kelly McNair e Kirk B.R. Woller, entre outros.



4*

sexta-feira, 27 de março de 2015

A Dois Passos do Estrelato



"A Dois Passos do Estrelato" (título nacional) foi uma agradável surpresa e gostei bastante de ver este excelente documentário, recomendo que o vejam vivamente pois é brilhante e cheio de vida.

"Twenty Feet from Stardom" (título original) é um dos meus documentários favoritos e fala de um tema bastante interessante, adorei. Este é um filme cheio de música e garra, enfim é vivaz.

"A Dois Passos do Estrelato" leva-nos numa agradável viagem pelo mundo dos backing vocals e mostra-nos a garra e talento que muitos têm, contudo este filme demonstra que nem sempre é fácil passar dos fundos para a linha da frente.

"Twenty Feet from Stardom" venceu no ano de 2014 o Oscar de Melhor Documentário e esse prémio foi merecido, pois no meu ponto de vista é uma obra-prima. Eu já conhecia o talento de algumas das backing vocals presentes neste belo filme, principalmente o da magnífica e fantástica Darlene Love que acho deveras talentosa e possuidora de uma grande voz.

"Twenty Feet from Stardom" é um documentário de 2013 com realização e argumento de Morgan Neville que fez um excelente trabalho, portanto recomendo que vejam este filme e que tal como eu vibrem com ele.

Em "A Dois Passos do Estrelato" contamos com a presença de Darlene Love, Merry Clayton, Lisa Fischer, Claudia Lennear, Judith Hill, Táta Vega, Bruce Springsteen, Cindy Mizelle, Mick Jagger, Sting, Nia Peeples, David Bowie, Dr. Mabel John, Fanita James, Chris Botti, Stevvi Alexander, Lou Adler, Bette Midler e Stevie Wonder, entre outros.



5*

domingo, 22 de março de 2015

Selma: A Marcha da Liberdade



"Selma: A Marcha da Liberdade" (título nacional) é um filme demasiado longo, fazendo que se torne algo enfadonho e aborrecido. O filme é bom, é interessante e tem um bom elenco.

Mas "Selma" (título original) torna-se algo cansativo de ver devido a ser enorme, contudo recomendo que o vejam. Este filme estreado em Portugal a 05 de fevereiro de 2015 usa algumas imagens reais, dando-lhe realismo e isso é uma mais-valia.

Nos desempenhos destaco as belíssimas interpretações feitas por David Oyelowo e Tom Wilkinson, já Carmen Ejogo ficou aquém das expectativas. "Selma" (filme de 2014) foi realizado por Ava DuVernay, já o seu argumento esteve a cargo de Paul Webb.

Em "Selma: A Marcha da Liberdade" podemos contar com David Oyelowo, Carmen Ejogo, Jim France, Oprah Winfrey, Tom Wilkinson, Giovanni Ribisi, André Holland, Ruben Santiago-Hudson, Tessa Thompson, Common, Lorraine Toussaint, Dylan Baker, Ledisi Young, Kent Faulcon, Wendell Pierce, Stephan James, John Lavelle, Trai Byers, Keith Stanfield, Henry G. Sanders, Charity Jordan, Tim Roth, Cuba Gooding Jr., Merriwether Stormy, Alessandro Nivola, Nigel Thatch e David Dwyer, entre outros.



3*

sábado, 14 de março de 2015

Whiplash - Nos Limites



"Whiplash - Nos Limites", título nacional, é um filme que me agradou bastante e recomendo que o vejam. Em suma a realização, o argumento e o elenco desta película cativaram-me.

"Whiplash", título original, foi nomeado a cinco Oscars e venceu três. J.K. Simmons esteve bastante bem no papel e mereceu ter vencido o Oscar de Melhor Ator Secundário, contudo Miles Teller deveria ter sido nomeado.

O final de "Whiplash" foi algo abrupto, mas percebo a intenção mas gostaria de ver a reação do público à prestação da banda. Este filme, estreado em Portugal a 29 de janeiro de 2015, oferece-nos também uma bela banda sonora.

"Whiplash - Nos Limites" demonstra que para sermos os melhores em algo que amamos temos de nos esforçar, temos de nos pressionar e temos de ir ao limite. Fletcher é o personagem que leva Andrew para além dos limites, o que é bem representado no filme.

"Whiplash", película de 2014, conta com o seu argumento e a sua bela realização a cargo de Damien Chazelle. Miles Teller e J.K. Simmons têm uma poderosa química, o que faz com que este filme tenha uma elevada qualidade.

No belíssimo filme "Whiplash - Nos Limites" podemos contar com Miles Teller, J.K. Simmons, Paul Reiser, Melissa Benoist, Austin Stowell, April Grace e Nate Lang, entre muitos outros.



4*

sábado, 7 de março de 2015

Oculus: O Espelho do Demónio



"Oculus: O Espelho do Demónio" (título nacional) prima pelo seu terror psicológico e pelo seu suspense, contudo não deixa de ser apenas um bom filme.

"Oculus" (título original) pode ser algo confuso, mas os constantes flashbacks que tem guiam-nos pela sua assustadora história.

Depois de ver "Oculus" fiquei a pensar um pouco sobre os acontecimentos do filme o que, a meu ver, é uma das boas coisas deste filme de terror.

"Oculus: O Espelho do Demónio" tem alguns sustos, mas são os seus momentos silenciosos e de suspense que nos colocam os nervos em franja.

"Oculus" (filme de 2013) conta com realização de Mike Flanagan, já o seu argumento está a cargo do próprio realizador e de Jeff Howard.

Em "Oculus: O Espelho do Demónio" podemos contar com Karen Gillan, Brenton Thwaites, Katee Sackhoff, Rory Cochrane, Annalise Basso, Garrett Ryan e James Lafferty, entre outros.



3*

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Para a Minha Irmã



"Para a Minha Irmã" (título nacional) é um filme bastante comovente, com uma história tocante e recomendo vivamente que o vejam. Os flashbacks presentes na história completam-na e a meu ver são importantes, também gostei muito do trabalho prestado pelo elenco.

"My Sister's Keeper" (título original) é bastante realista e os seus efeitos visuais também, tal como a sua brilhante e adorável banda sonora. É um filme para rever e fez-me pensar na sua temática e na vida em geral, este é sem dúvida uma das melhores películas que vi nos últimos tempos.

"My Sister's Keeper", película de 2009, foi realizado por Nick Cassavetes. O seu argumento esteve a cargo de Jeremy Leven e Nick Cassavetes, sendo uma adatação da obra homónima de Jodi Picoult.

Em "Para a Minha Irmã" podemos contar com Abigail Breslin, Sofia Vassilieva, Cameron Diaz, Heather Wahlquist, Olivia Jade Fine, Olivia Hancock, Jason Patric, Evan Ellingson, Paul Butler, Brennan Bailey, Alec Baldwin, Emily Deschanel, David Thornton, Joan Cusack, Ellia English, Lin Shaye e Thomas Dekker, entre outros.



5*

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Loucos e Apaixonados



No âmbito de um ciclo de cinema em que estive presente na minha antiga escola secundária vi o filme "Loucos e Apaixonados" (título nacional) e recomendo vivamente que o vejam, pois é fantástico.

"Mozart and the Whale" (título original) foi o filme escolhido para a disciplina de Ensino Especial e aprendi com o filme, ficando a saber mais sobre a temática do Síndrome de Asperger e do Autismo.

"Mozart and the Whale" demonstra que as pessoas com Síndrome de Asperger podem amar, trabalhar e viver uma vida saudável e aborda esse tema de uma forma fantástica e elucidativa.

A dupla de protagonistas de "Loucos e Apaixonados" demonstra uma enorme química e através destes personagens vemos diferentes vertentes do Síndrome de Asperger, tornando o filme ainda mais esclarecedor do tema.

O título "Mozart and the Whale" tem tudo a ver com o filme, tornando este um dos filmes em que o seu nome original faz jus à sua história. Irei rever esta película e recomendá-la a toda a gente, pois é mesmo fantástica.

Identifiquei-me bastante com Donald Morton, um dos protagonistas de "Loucos e Apaixonados", devido a ele ser bastante rotineiro e andar sempre a ver as horas. No filme o protagonista prepara-se para sair, mas mesmo começando a preparar-se cedo ele chega atrasado e isso já me aconteceu algumas vezes.

"Mozart and the Whale", filme de 2005, é realizado por Petter Næss e conta com o seu argumento a cargo de Ron Bass. Com comédia, drama e amor à mistura este é um filme que roça a perfeição.

No elenco de "Loucos e Apaixonados" contamos com Josh Hartnett, Radha Mitchell, Gary Cole, Sheila Kelley, Allen Evangelista, Erica Leerhsen, Nate Mooney, Rusty Schwimmer e John Carroll Lynch, entre outros.



5*

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Sniper Americano



"Sniper Americano", título nacional, é um filme bastante interessante e eu recomendo que o vejam. Apesar de ser algo monótono este filme estreado a 22 de janeiro de 2015 em Portugal não se torna aborrecido, o que é bom. O tom de monotonia dá-lhe mais suspense, drama e algum realismo.

"American Sniper", título original, é em parte realista. Tirando a famosa cena do bebé falso, este filme de 2014 é realista e o uso de imagens reais em algumas cenas ajuda. Este filme é baseado no livro de Chris Kyle e notei um nível de patriotismo americano elevado, mas penso que seja normal.

"American Sniper" foi realizado por Clint Eastwood, já o seu argumento esteve a cargo de Jason Hall. Bradley Cooper foi nomeado ao Óscar de Melhor Ator Principal, mas penso que Sienna Miller também merecia ter sido nomeada pelo seu grande desempenho.

Em "Sniper Americano" podemos contar com Bradley Cooper, Sienna Miller, Kyle Gallner, Cole Konis, Ben Reed, Elise Robertson, Luke Sunshine, Jonathan Groff, Keir O'Donnell, Luke Grimes, Sammy Sheik e Jake McDorman, entre muitos outros.



4*

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Encalhados



"Encalhados" (título nacional) foi a minha primeira desilusão cinematográfica de 2015 e a meu ver trata-se de um filme razoável, apenas isso.

A história de "Laggies" (título original) está repleta de clichés, mas o problema não reside aí: O seu grande problema é prometer, mas não cumprir.

"Laggies", filme estreado em Portugal a 15 de janeiro de 2015, prometeu ser uma comédia romântica e a meu ver a comédia é escassa.

"Encalhados" só me fez rir em determinadas cenas e deixou-me algo desiludido pois esperava mais e melhor, mas aborreceu-me um bom bocado.

O elenco principal, o argumento e a história fizeram deste "Encalhados" um dos piores filmes deste novo ano e muito dificilmente o irei rever.

"Laggies" poderia ter clichés como todas as comédias românticas, mas é também bastante previsível e algo insonso.

"Laggies", filme de 2014, conta com realização de Lynn Shelton e argumento de Andrea Seigel. Resumindo foi uma desilusão, é um filme a esquecer.

Em "Encalhados" contamos com Keira Knightley, Chloë Grace Moretz, Sam Rockwell, Mark Webber, Ellie Kemper, Jeff Garlin, Daniel Zovatto, Kaitlyn Dever e Dylan Arnold, entre outros.



2*

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)



"Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)", título nacional, estreou em Portugal a 08 de janeiro de 2015 e recomendo que vejam este filme.

Gostei bastante da história deste filme, tal como do seu elenco. A realização e argumento deste filme estão, a meu ver, também bem conseguidos.

"Birdman: or (The Unexpected Virtue of Ignorance)", título original, tem uma história bastante boa mas com o passar do tempo torna-se algo confusa e aborrecida.

No meu ponto de vista, muitas pessoas podem ver-se no personagem principal deste filme: Riggan, magistralmente interpretado por Michael Keaton.

O melhor de "Birdman: or (The Unexpected Virtue of Ignorance)" é mesmo a realização, o seu argumento e o desempenho prestado por Michael Keaton e Emma Stone.

"Birdman: or (The Unexpected Virtue of Ignorance)" acabou com um final que nos deixa a pensar e isso é bom, portanto recomendo o seu visionamento.

"Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)", filme de 2014, foi realizado por Alejandro G. Iñárritu. Já o seu argumento foi escrito por Alejandro G. Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris Jr. e Armando Bo.

Em "Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)" podemos contar com Michael Keaton, Emma Stone, Zach Galifianakis, Naomi Watts, Andrea Riseborough, Lindsay Duncan, Merritt Wever, Amy Ryan e Edward Norton, entre outros.



4*

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Um Conto de Natal da Trafaria



Foi na gala dos TCN que esta curta-metragem estreou e gostei bastante do que vi, portanto recomendo a todos que vejam. "Um Conto de Natal da Trafaria", filme de 2014, é a versão da obra de Charles Dickens passada na Trafaria.

A meu ver, a história da curta é bastante divertida e também gostei bastante dos efeitos usados em "Um Conto de Natal da Trafaria".

Francisco Oliveira, o ator que deu vida a Scrooge neste filme, tem talento e promete ser um dos grandes atores do futuro.

Conheço pessoalmente os realizadores desta película e penso que Catarina D'Oliveira, uma das responsáveis por este filme, deveria apostar ainda mais em cinema pois tem talento.

"Um Conto de Natal da Trafaria" conta com a sua realização e produção a cargo de Catarina D'Oliveira e Tiago D'Oliveira, recomendo vivamente que vejam e convido-vos ainda a lerem a minha análise a "Um Conto de Natal".

Em "Um Conto de Natal da Trafaria" contamos com Francisco Oliveira, Catarina D'Oliveira, Renata Oliveira e Tiago D'Oliveira, entre outros.



4*

sábado, 10 de janeiro de 2015

Camp Rock 2: The Final Jam



Depois de ter visto "Camp Rock" chegou a hora de ver a sequela que adorei, recomendo que vejam. "Camp Rock 2: The Final Jam" é excelente e tem deixa-nos uma mensagem bastante bonita, o que faz com que tivesse adorado a história deste filme.

"Camp Rock 2: The Final Jam" mostra que não é preciso ganhar para mostrarmos que somos bons, pois mesmo não ganhando nada podemos ser algo benéfico para esta vida. Este é um filme repleto de música, alegria e algum drama e espero que todos o vejam.

"Camp Rock 2: The Final Jam", filme de 2010, teve a sua realização a cargo de Paul Hoen. Já o argumento deste divertido filme esteve a cargo de Dan Berendsen, Karin Gist e Regina Hicks. Tenho pena que não tenham avançado com o terceiro filme, mas já me contento por ter estes dois para rever futuramente. A meu ver era boa ideia pegarem nestas películas e criarem uma série de TV, eu iria ver.

Em "Camp Rock 2: The Final Jam" podemos contar com Demi Lovato, Joe Jonas, Nick Jonas, Kevin Jonas, Daniel Fathers, Daniel Kash, Maria Canals-Barrera, Chloe Bridges, Matthew 'Mdot' Finley, Meaghan Martin, Alyson Stoner, Anna Maria Perez de Tagle, Jasmine Richards, Roshon Fegan, Charles Vandervaart, Arisa Cox e Frankie Jonas, entre outros.



5*

domingo, 4 de janeiro de 2015

Caminhos da Floresta



"Caminhos da Floresta", título nacional, foi o primeiro filme que fui ver ao cinema neste novo ano de 2015 e adorei. Recomendo que vejam este musical, pois tem uma história interessante e é cativante.

"Into the Woods", título original, estreou em Portugal a 01 de janeiro de 2015 e conta com um elenco de luxo. Adorei o trabalho prestado pelo elenco, gostei bastante do argumento do filme e da sua belíssima realização.

Muitos dizem que a mistura de contos no filme é algo confusa, mas a meu ver não é. Penso que esta mistura de contos seja inovadora e interessante, a meu ver é uma das marcas desta história fabulosa.

No meu ponto de vista a floresta simboliza a vida, tal como na nossa vida temos altos e baixos na floresta aconteceu o mesmo. Na vida há mortes, traição e dor e isso foi-nos demonstrado no filme.

"Into the Woods" tem algumas, mas poucas, falhas. A meu ver deveriam ter aprofundado ainda mais a história de Rapunzel, pois fiquei a pensar se ela teria algo a ver com o padeiro ou se só com a bruxa.

"Caminhos da Floresta" mostra ainda o medo que os pais têm de deixar os filhos crescer e demonstra que esses pais fazem tudo pelos seus filhos, até coisas algo erradas.

Tal como na vida, em "Caminhos da Floresta" podemos encontrar algo bom depois de algum acontecimento mau e isso está explícito na belíssima canção No One Is Alone. Recomendo que vejam este filme, vão ver que não se vão arrepender.

"Into the Woods", filme de 2014, deixou-me com algumas das músicas do filme na cabeça e fez com que eu ficasse a pensar na vida. Já que o filme fala de desejos, desejava ver o musical em que o filme se inspira na Broadway.

"Into the Woods" é realizado por Rob Marshall, tem o seu argumento a cargo de James Lapine e conta com Stephen Sondheim a cargo da banda sonora. Apesar de Johnny Depp ter um pequeno desempenho, foi um dos personagens de que mais gostei.

No elenco de "Caminhos da Floresta" podemos contar com Meryl Streep, James Corden, Emily Blunt, Anna Kendrick, Daniel Huttlestone, Lilla Crawford, Tracey Ullman, Johnny Depp, Billy Magnussen, Mackenzie Mauzy, Frances de la Tour, Annette Crosbie, Joanna Riding, Christine Baranski, Tammy Blanchard, Lucy Punch e Chris Pine, entre outros.



5*