quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Faz-te Homem



"Faz-te Homem" (título nacional) conseguiu surpreender-me por ter um argumento coeso e com menos clichés do que eu pensei, contudo é bastante estereotipado.

"Get Hard" (título nacional) estreou em Portugal a 23 de abril de 2015 e tem um enredo coerente que com o desenrolar da história me apresentou algumas surpresas, recomendo que o vejam.

"Faz-te Homem" tem piadas bastantes estúpidas por um lado, mas por outro lado tem comédia pura e dura. O filme faz o que compete e diverte, fazendo com que nos ríamos.

As minhas cenas favoritas em "Get Hard" foram as do corte de ténis e a do motim, só rir. Gostei também do cameo de John Mayer, uma mais-valia para o filme.

"Get Hard", filme de 2015, foi realizado por Etan Cohen. Já o seu argumento esteve a cargo de Jay Martel, Ian Roberts e Etan Cohen.

Em "Faz-te Homem" podemos contar com Will Ferrell, Kevin Hart, Craig T. Nelson, Alison Brie, Ariana Neal, Edwina Findley, Erick Chavarria, Tip 'T.I.' Harris, John Mayer, Matt Walsh, Katia Gomez, Elliott Grey e Greg Germann, entre outros.



3*

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Nove Semanas e Meia



"Nove Semanas e Meia" (título nacional) cativou-me com a sua história e com o seu argumento bastante coeso, portanto recomendo que vejam. É um filme bastante bom onde há muita sensualidade e romance, mas onde paira também um clima de suspense.

"Nine 1/2 Weeks" (título original) tem um dos strips mais sexys da história do cinema, sendo uma das suas imagens de marca. A química entre Elizabeth (Kim Basinger) e John (Mickey Rourke) está bastante vincada e bem construída, sendo uma mais-valia neste filme. A banda sonora, os sons usados no filme e mesmo o silêncio presente em várias cenas também ajudaram bastante no desenrolar da história.

Apesar de haver romance presente no enredo, há também suspense devido a John ser bastante dominador e por vezes algo assustador e arrepiante. "Nine 1/2 Weeks", filme de 1986, teve realização de Adrian Lyne. Já o seu argumento esteve a cargo de Sarah Kernochan, Zalman King, Patricia Louisianna Knop e Elizabeth McNeill, autora do livro em que esta película foi baseada.

Em "Nove Semanas e Meia" podemos contar com Kim Basinger, Mickey Rourke, Margaret Whitton, David Margulies, Christine Baranski, Raynor Scheine, Karen Young, Cintia Cruz, Kim Chan, Dwight Weist e Olek Krupa, entre outros.



4*

domingo, 27 de setembro de 2015

Noite em Fuga



"Noite em Fuga" (título nacional) não me cativou e é um dos piores filmes que vi este ano, é algo a não rever.

"Run All Night" (título original) tem ação, mas tem também momentos muito parados e chegou a dar-me sono.

O argumento de "Noite em Fuga" é fraco, tem clichés e não me encantou minimamente.

"Run All Night" estreou em Portugal a 16 de abril de 2015 e apesar de ter muitos atores reconhecidos no elenco fizeram um mau trabalho, desempenhos a esquecer.

"Run All Night", 2015, teve realização de Jaume Collet-Serra e argumento de Brad Ingelsby. Os efeitos gráficos presentes foram a coisa menos má do filme, nada mais.

Em "Noite em Fuga" podemos contar com Liam Neeson, Ed Harris, Joel Kinnaman, Genesis Rodriguez, Boyd Holbrook, Vincent D'Onofrio e Common, entre outros.



1*

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Um Cidadão Exemplar



"Um Cidadão Exemplar" (título nacional) tem um ponto de partida interessante, mas a forma que essa premissa foi desenvolvida fez com que o argumento se tornasse algo desinteressante e cansativo.

"Law Abiding Citizen" (título original) é um filme bom, mas é apenas isso. O que menos gostei nesta história foi a química entre Gerard Butler e Jamie Foxx, pois a meu ver era insossa e penso que poderia estar bem mais conseguida.

"Law Abiding Citizen", fita de 2009, contou com realização de F. Gary Gray e argumento de Kurt Wimmer. Recomendo que vejam este filme pois a violência gráfica existente é uma das suas mais-valias, devido a algumas sequências serem algo realistas.

Em "Um Cidadão Exemplar" podemos contar com Gerard Butler, Jamie Foxx, Bruce McGill, Colm Meaney, Ksenia Hulayev, Leslie Bibb, Michael Irby, Gregory Itzin, Regina Hall, Emerald Angel Young, Christian Stolte, Annie Corley, Viola Davis, Michael Kelly, Joshua Stewart, Brooke Stacy Mills e Roger Bart, entre outros.



3*

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Maze Runner: Provas de Fogo



Depois de ter lido o livro fui ao cinema com uma amiga para ver "Maze Runner: Provas de Fogo", título original, pois estava ansioso. Adorei o filme que está repleto de ação, aventura e adrenalina.

Gostei do que vi em "Maze Runner: The Scorch Trials", título original, portanto recomendo que o vejam. Apesar de o enredo estar diferente ao do livro gostei do que fizeram, pois a essência está lá.

Tal como aconteceu em "Cidades de Papel", bastou ver o trailer de "Maze Runner: Provas de Fogo" para perceber que o filme estava diferente do livro. A história levou uma grande volta, contudo há sequências da obra literária na adaptação cinematográfica.

As cenas de que mais gostei em "Maze Runner: The Scorch Trials" foram a cena inicial, a da tempestade e a da festa na Terra Queimada pois eram das cenas mais fiéis aos livros. A única coisa de que menos gostei neste filme foi o final, apenas queria que este tivesse sido um pouco mais fiel ao final do livro.

Gostei das cenas passadas na ventilação, pois mesmo não sendo como no livro conseguiram cativar-me. Houve ainda uma personagem inexistente no livro que apareceu em "Maze Runner: The Scorch Trials" e isso foi uma mais-valia, achei excelente esta surpresa.

Recomendo ainda que vejam o primeiro filme da trilogia, "Maze Runner - Correr ou Morrer". "Maze Runner: Provas de Fogo" estreou em Portugal a 17 de setembro de 2015 e é baseado na saga de James Dashner, aconselho a sua leitura.

"Maze Runner: The Scorch Trials", filme de 2015, contou com realização de Wes Ball e argumento de T.S. Nowlin. Neste filme e livro há personagens que são os Crankos, criaturas que contraíram o Fulgor. No filme as que estão num estado mais avançado da doença estão tal como imaginei no livro, logo a sua caracterização está excelente. Contudo há muita gente a confundir Crankos com Zombies, mas para quem leu o livro sabe encontrar as diferenças e eu no filme reparar nessas características que os Crankos possuem.

Por fim recomendo vivamente "Maze Runner: Provas de Fogo", onde podemos encontrar no elenco Dylan O'Brien, Ki Hong Lee, Kaya Scodelario, Thomas Brodie-Sangster, Dexter Darden, Alexander Flores, Jacob Lofland, Rosa Salazar, Giancarlo Esposito, Patricia Clarkson, Aidan Gillen, Terry Dale Parks, Jeremy Becerra, Kathryn Smith-McGlynn, Lili Taylor, Matthew T. Metzler, Alan Tudyk, Jenny Gabrielle, Lora Martinez-Cunningham, Luke Gallegos, Katherine McNamara, Nathalie Emmanuel e Barry Pepper, entre outros.



5*

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Uma Vida ao Teu Lado



Gostei bastante da história de "Uma Vida ao Teu Lado", título nacional, portanto recomendo que vejam pois está bastante bom. É um filme comovente, que apesar de ter clichés, consegui surpreender-me.

Este "The Longest Ride", título original, tem momentos bastante melosos e outros que são algo superficiais. O filme tem cenas bastante quentes, principalmente a cena do banho, que foi muito hot.

Este filme estreado em Portugal a 09 de abril de 2015 não ativou o meu lado romântico e tocou-me em poucas cenas, mas confesso que a história de "The Longest Ride" é bastante interessante e é bonita.

Na minha perspetiva "Uma Vida ao Teu Lado" está ao nível de "Um Homem Com Sorte" mas não é tão bom como "A Melodia do Adeus", todos filmes inspirados em obras de Nicholas Sparks.

"The Longest Ride", filme de 2015, contou com realização de George Tillman Jr. e o seu argumento esteve a cargo de Craig Bolotin. Adorei a sequência final desta película, pois fala sobre o destino que é algo em que eu muitas vezes acredito.

Em "Uma Vida ao Teu Lado" podemos contar com Britt Robertson, Scott Eastwood, Alan Alda, Jack Huston, Oona Chaplin, Melissa Benoist, Lolita Davidovich, Tiago Riani, Tracey Bonner, Amy Parrish, Floyd Herrington, Naomi Eckhaus, Brett Edwards, Kate Forbes, Gloria Reuben, Hayley Lovitt e Hunter Burke, entre outros.



4*

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Ressalto



"Ressalto", título nacional, tinha tudo para ser um bom filme mas foi só jajão. A história poderia ter funcionado se não existissem tantas piadas parvas, houve também demasiadas falhas no argumento.

"Rebound", título original, é bastante mau e uma perca de tempo. Durante o filme todo só me ri com prazer uma única vez, das outras vezes que me ri foi devido à estupidez pura do enredo.

"Rebound", filme de 2005, contou com realização de Steve Carr e argumento de Jon Lucas e Scott Moore. Ainda bem que este filme em Portugal foi logo para o mercado de DVD, é que a meu ver este filme foi dos piores que Martin Lawrence já fez.

Em "Ressalto" podemos contar com Martin Lawrence, Wendy Raquel Robinson, Breckin Meyer, Horatio Sanz, Oren Williams, Patrick Warburton, Megan Mullally, Eddy Martin, Steven Christopher Parker, Steven Anthony Lawrence, Logan McElroy, Gus Hoffman, Tara Correa, Amy Bruckner, Alia Shawkat, Fred Stoller e Cody Linley, entre outros.



1*

sábado, 12 de setembro de 2015

Suite Francesa



"Suite Francesa", título nacional, é dos poucos filmes do género guerra de que mais gostei. A história é bastante interessante e cativou-me, recomendo que vejam pois está muito bom.

"Suite Française", título original, tem um elenco bastante bom. O enredo está bastante bem construído, tal como a representação da época e o belo guarda-roupa utilizado.

A grande falha do filme "Suite Francesa" foi este ter sido maioritariamente falado em inglês, eu penso que teria sido muito melhor que tivesse sido mais falado em francês e/ou alemão.

Já o que gostei mais em "Suite Française" foi a explicação do título do filme, gostei bastante. Outro ponto positivo foi "Suite Française", estreado a 02 de abril de 2015, ter menos violência do que alguns filmes de guerra.

"Suite Française" é um filme de 2014 com argumento a cargo de Saul Dibb e Matt Charman, que foi realizado por Saul Dibb e baseado na obra da escritora Irène Némirovsky.

Em "Suite Francesa" podemos contar com Michelle Williams, Kristin Scott Thomas, Margot Robbie, Eric Godon, Deborah Findlay, Ruth Wilson, Sam Riley, Themis Pauwels, Lambert Wilson, Harriet Walter, Tom Schilling, Niclas Rohrwacher, Matthias Schoenaerts, Luan Gummich e Martin Swabey, entre outros.



4*

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Um Grande Salto



"Um Grande Salto", título nacional, é um filme com uma premissa interessante e com uma história bastante envolvente. Apesar de falar na temática do suicídio, esta película aborda esse tema de uma maneira alegre e leve.

"A Long Way Down", título original, mostra o que pode acontecer quando quatro desconhecidos por obra do destino se conhecem quando cada um deles se quer suicidar mas não o faz. A meu ver a grande mensagem deste filme é que viver a vida é mais importante do que o suicídio, mostrando que na vida nem tudo é mau.

Gostei bastante deste filme e da maneira que a história dos quatros protagonistas está ligada, simpatizei ainda bastante com a química visível no quarteto de protagonistas. "Um Grande Salto" estreou a 26 de março de 2015 em Portugal e teve algumas falhas, mas recomendo pois é cativante.

Como referi "A Long Way Down" tem algumas falhas, nomeadamente pequenas pontas soltas e um ou outro cliché. Mas esta fita teve algumas surpresas e um final bastante bom, recomendo que vejam.

"Um Grande Salto" é um filme de 2014 realizado por Pascal Chaumeil, com argumento a cargo de Jack Thorne e inspirado no livro de Nick Hornby. Amei a banda sonora desta película, pois tem músicas de que gosto bastante.

Em "A Long Way Down" podemos contar com Pierce Brosnan, Toni Collette, Imogen Poots, Aaron Paul, Zara White, Joe Cole, Sam Neill, Josef Altin, Rosamund Pike, Enrique Arce e Leo Bill, entre outros.



4*